Páginas

segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Cozinha vermelha: a missão, parte 2

Como já comecei a contar, o cinza da cozinha precisava ser banido. E o (agora vermelho) armarinho foi o começo de tudo. Sempre me surge um ímpeto de mudar as coisas nos momentos mais impróprios e sei o quanto isso é enlouquecedor para quem tenta me acompanhar (pobre marido!), mas quando baixa o bicho carpinteiro, pintor e arrumador, juro que não consigo parar! É algo como uma força irrefreável da natureza...

Claro que impera (alguma) racionalidade nesse processo e eu não poderia sair gastando nenhum dinheiro, ainda mais considerando todas as contas de início de ano. Então, não seria uma reforma, mas pequenas e pontuais mudanças.

Ao lado da pia, tenho um móvel com rodízios feito pelo marido, todo pensado pra guardar nossos livros de receita e alguns eletrodomésticos. Adoro esse móvel, por todo o capricho com que foi feito e pensado, mas o tampo de compensado estava se desfazendo por conta da água da pia. Trocar o tampo exigiria esforço e tempo que não seriam meus, então busquei outra solução.

Há tempos eu penso em maneiras de incorporar na casa as antigas toalhas plásticas do tempo da vó Amélia e foi a solução perfeita: fiz uma capa de oilcloth (oleado?) e cobri a parte de cima do móvel.
Escolhi o plástico à dedo. Nas lojinhas daqui da nossa terra, temos algumas opções e devo dizer que muitas são horrorrosas. Coisas como estampas de pratos cheio de comida, incluindo coxas de frango, pizza, arroz e feijão (argh!).
Achei uma de fruta bonitinha, e foi minha primeira opção mas, santa internet! Encontrei no www.etsy.com opções bacanas e optei por um vermelho com bolinhas brancas:


O armarinho vermelho, como já disse, entrou no lugar da mesinha de parede (e também das minhas estantezinhas de tempero, antes penduradas em cima da mesinha). A saída foi resgatar uma mesa de madeira antiga, que ficava no fundo de casa. Ainda preciso pensar numa reforma do tampo, que envergou pela exposição ao sol, e na pintura das pernas da mesa. Por agora, a solução foi mais oilcloth achado no etsy: cobri a mesa com uma toalha, apenas recortando a volta com tesoura de picote.


Para acompanhá-la, comprei duas cadeiras e três banquinhos na enlouquecedora LIQUIDA da ETNA. No lugar onde encaixei a mesa havia um gabinete de três portas que foi pra despensa e mais três portas suspensas, que foram pro fundo de casa guardar tranqueiras e ferramentas. Na parede, coloquei as prateleiras de tempero, enfeitadas com o fiozinho de luz que mostrei aqui.


Com a mesa na cozinha, senti que a casa ganhou um espaço precioso, como se passasse a nos acolher. Afinal, é na cozinha que a rotina da casa começa, com o café quentinho e é lá que o dia termina, com um marido cansado e faminto que chega pra receber um carinho e me contar como foi o dia.
A nossa cozinha vermelha é pequena sim, mas é hospitaleira e simpática, tem um aconchego bom, cheirinho de café e comidinhas e muita alegria pra receber amigos queridos.
E as mudanças vermelhas continuam!

18 comentários:

HAZEL disse...

Que linda e alegre!!

Adorei o detalhe da luminária!!!

Parabéns!

disse...

A sua cozinha vermelha está cada dia mais fofa Anaaaa!!!rsrs

E sim! vc tem razão, ela me parece muuuuuito hospitaleira, simpática, foférrima e super acolhedora,hihihih
Dá vontade de sentar aí pra comer um daqueles bolinhos com café que vc faz, e mostra pra gente!
Tenho certeza-falo pra caramba!rsrs-que nosso papo iria longe!

Adoro sua prateleira charmosa te temperos!!!!

Ah! tá tudo lindo!

Bjoooooo!
=)

Rô disse...

Tá lindona...e eu não vejo a hora de ver os novos armários, pq tem mais vermelho pela frente...não ?!! ...rs
Amo a tua ousadia !!!

Vc sabe me dizer se bicho carpinteiro é contagioso ?!!
É que fiquei muito perto de vc nesse findi e tô com uma lata de tinta nas mãos, pronta pra atacar...Hahahahahahaha

Beijo !!!
=D !!!

ana sinhana disse...

Rô, chega na quinta!!! uhu!!! Mas é mais branco, só um pouquinho de vermelho... e, como assim, lata de tinta? Me conta, me conta!!!

Lú, eu tinha que mudar alguma coisa... sempre me dá siricutico em janeiro... hehehehehe...
E, olha, eu também sou faladeira e o papo iria render muito mesmo!!!
Bjs

ana sinhana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Aninha sou fã do seu bom gosto. Preciso que vc venha aqui em casa pra dar esse jeitinho nela. Tudo o que vc faz eu penso "é a minha cara!". Parabéns por tudo! Um beijo!
Ana R. ;-)

Babz Lopes disse...

Nossa! Revolução total na cozinha!! Mas pelas fotos está ficando maravilhosa!

E hei de concordar que é muito aconchegante mesmo sua cozinha! E dá vontade de ficar conversando por horas, tomando café! Uma delícia!

Abraços!

Jack Badaró disse...

Iniciamos nossa idéia de expor os produtos de fabricação própria através do Blog Atelier do Ferro http://atelierdoferro.blogspot.com, sendo nosso grande diferencial o conceito e a criatividade na criação de nossos produtos sendo como principal matéria prima o ferro.
Vamos interagir e trocar idéias, adoraria ter seu site fazendo parte da nossa história
Email – Jack.badaro@gmail.com

Lidiane Vasconcelos disse...

Oi, Ana!
Que cozinha com cara de casa da vó que ficou! Isso no sentido de ser aconchegante e dar vontade de não sair mais daí. Falaram desse sentimento por aqui e eu realmente compartilho dele.

Um mimo seu cantinho... e cheinho de fofurices...

Vou ficar aguardando as cenas dos próximos capítulos...rsrsrs

Beijos.

Lidiane Vasconcelos disse...

Oi, Ana!

Bem, é estranho tantas coisas ao mesmo tempo+hoje+neste momento+agora, não é? E vindo de você, que é super criativa, nem dá para contestar…ehehehehehe

Beijos.

Erika disse...

Oi Ana,

Sou a feliz compradora da carteira "Lanternas", passei aqui pra dizer que amei a carteira! Ela é linda de viver!!
Adoro seu blog e seu trabalho.
A propósito, sua cozinha vermelha está uma graça!
beijos,
Erika

ruby disse...

Ana, que cozinha mais acolhedora e cheia de personalidade menina! Acho que é por isso que eu não gosto de cozinhas planejadas, não tem esse calor humano que a sua transparece. Bjokas!!!

ana sinhana disse...

Oi Ruby! Obrigada! E concordo contigo: não gosto de nada muito planejado, nem certinho! Fica faltando calor, né?
Oi Erika! Fico muuuuito feliz que vc tenha gostado!!!
Oi Babz! Logo vc vem ver ao vivo! uhu!
Oi Ana! Que bom que vc gostou!!!
Oi Lidiane!!! Adorei as dicas sim... só os ferros pendurados é que não... hehehehehe
bjs

Dani disse...

Oi Ana, comecei a entrar aqui por causa da sua cozinha. Adorei! Tudo! As cores, o aconchego, os detalhes... Estou que nem louca procurando esses oilcloth, vc comprou pelo site da etsy? ou pediu pra alguém trazer? Você sabe como procuro isso aqui no Brasil? Desculpe o monte de perguntas, estou ansiosa... :P Beijinhos!

ana sinhana disse...

Oi dani, eu comprei no etsy sim. Mas achei um xadrez bem bonitinho (e nacional!) outro dia!
Lojas grandes de tecido costumam ter.
bjs

Carol - Lugarzinho das Meninas disse...

Oi Aninha!!!!
Entrei no seu blg ontem, por acaso, atrás de modelos de oilcloth ameii!!!!
Eu olhei esse site, mas eu queria saber se vc poderia me dizer quanto pagou por esse oilcloth vermelho de bolinhas brancas.
Obrigada!!!
Bjusss

ana sinhana disse...

Oi Carol! Não tenho muita certeza, mas acho que foi algo em torno de 12US$/yard, mais o frete (que sai uns 12 também).
bj

Fernanda Oliveira disse...

Amei tudo aqui no seu blog...parabéns!!! Jáestou te seguindo...bjs