Páginas

sexta-feira, 22 de maio de 2009

Carrie, a estranha

Amanhã, viajo logo cedo pra Araraquara, onde fiz graduação. Vou encontrar minha turma de facauldade depois de um século e meio de formatura.
E a sensação de remake de Carrie, a estranha não me sai da cabeça. Não que eu não goste da turma, que tem umas figuras bem divertidas, outras muito queridas que continuaram meus amigos ao longo dos anos. E não, ninguém vai me jogar sangue de porco, e eu também não pretendo usar meus poderes telecinéticos pra incendiar o hotel.
Mas acho que é pelo fato de eu nunca ter me sentido economista, mesmo com todos os diplomas e quase diplomas (cheguei a fazer doutorado, dá pra acreditar?).
E foi em Araraquara que me tornei economista e, por alguma estranha razão do destino, foi lá que decidi deixar de ser, há uns anos atrás, no meio de um congresso. E, finalmente, tive a benção de dois homens importantes na minha vida: meu marido e meu padrinho e professor João, ambos economistas.
Então, amanhã retorno à cidade, sem diploma, nem lenço, nem documento. Bem mais leve, bem mais feliz.

8 comentários:

Taís disse...

Ana, que legal! Adoro Araraquara, é tão calminha.. a família do meu pai é de lá e eu nasci lá também, mas nunca morei.. sempre morei em Ribeirão Preto.
Gostoso rever os amigos antigos né? Me formei há dois anos e até hoje não organizamos nada, já estou com saudades do pessoal..

Beijos!

Beti Copetti disse...

É estranho como planejamos (ou tentamos) a vida, dispendendo tempo, energia e dinheiro para um determinado objetivo e depois, num belo dia, descobrir que não é nada disto. Já aconteceu comigo e já vi em muitas outras pessoas. É claro que este tempo e este conhecimento não se perdem e toda aquela história de que tudo que passamos nos transformou na pessoa que somos hoje... Enfim, nunca é tarde para descobrir que o que queremos mesmo é ser feliz!

Arkhesanato disse...

Adoro Araraquara, minha família toda é de lá, só que resolvi tomar um rumo diferente e vim pra São Paulo...hehehe
Beijinhossss

Carol disse...

que delícia ver velhos amigos, se divirta muito!! Beijos e boa viagem

Taís disse...

Ana, já ouvi falar na agência, mas não a conheço.. talvez de vista, mas não q eu me lembre!
Beijos!

Mina disse...

Ana, que você se divirta reencontrando velhos amigos lembrando que nada foi em vão. Às vezes temos que passar por diversas etapas até chegarmos onde nos sentimos realmente bem, em paz, mais leve como você disse!
Beijos e bom final de semana!!

thecookieshop disse...

Tão bom jogar o diploma fora, né? O meu tá quase, quase indo pro lixo também...

Ana disse...

Ana, acredito que apesar de ter deixado de ser economista, você agora, me parece muito mais realizada. As coisas que você faz são maravilhosas e é sinal de que, quando fazemos o que nos encanta, colocamos amor, e isso é o mais importante. Continue firme naquilo que te realiza e com certeza, muitas pessoas continuarão sendo encantadas pelo seu dom! Parabéns! Você fez a escolha certa!