Páginas

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Idiossincrasias domésticas

A postagem sobre os caminhos de mesa virou um confessionário craft, como bem disse a Vivi: há quem, como eu, torça o nariz pras capas de filtro e botijão de gás, ou quem adore toalhinhas mil em cima dos eletrodomésticos ou quem ame muito tudo isso porque mamãe quem deu (e presente de mãe e vó a gente tem por obrigação guardar e usar pelo menos de vez em quando!).
Mas quem mais me surpreendeu foi a Josi, que de-tes-ta escorredor de pratos!
E eu, que a-do-ro uma boa polêmica doméstica, venho aqui defender os nossos companheiros, coadjuvantes de todo dia na lida com a louça!
Brincadeiras à parte, demorei um tempão pra achar um que não fosse horroroso nem trambolhudo demais. E gostei desse, muito por conta da cor: Os pinos em detalhe: Não consegui achar a marca do bichinho, há muito perdida na etiqueta adesiva. Mas lembro que comprei aqui.
Acho que os objetos e utilidades de todo dia da casa da gente, além ajudar a melhorar a vida do lar, devem ser bonitos. Nos tempos de hoje, em que até escova de dente tem direito a design assinado, função e beleza podem andar juntos, né não?
Esse aqui talvez até fizesse o meu caçula se interessar pelo destino dos pratos sujos: Li que tem na Zona D, mas o site deles não abriu nem com reza brava.
E eu usaria com muito gosto esse outro aqui, lindo de morrer nessa versão pavão misterioso da cozinha.
E aí, amiga dona de casa, mais alguma idiossincrasia doméstica?

9 comentários:

Fatima Guimaraes disse...

Ahhhh, nem ligo pro escorredor, basta apenas que ele não quebre nenhum prato...rsrsr
Mas esse seu é muito fofo, super diferente com os pinos, gostei.
Meu sonho de cozinha era ter os utensílios, tipo colher, concha,escumadeira, pendurados, como já vi em cozinhas vintage,
Nunca consegui arrumar um lugar pra fazer isso.
Boa Semana Ana...bjus

Taia Assunção disse...

Faço parte das "mamãe quem deu"...rsrsrs. Também não sou muito chegada em escorredor não, lá na casinha de Minas é tudo em metal. Escorredor, suporte para detergente e escorredor de talheres. Não sou high tech, gosto de simplicidade...quase com os dois pés no brega...rsrsrs. Beijocas!

Carla Regina disse...

Oi Ana,não participei da outra postagem,mas já que vc perguntou de novo,vou falar o que eu não gosto,acho um horror,são aqueles jogos de banheiros,um tapetinho no banheiro,td bem,até gosto,mas aquelas capas pra tampa do vaso,e aquele outra tapetinho que contorna o vaso,ai que terrível!
Beijos!

josi stanger disse...

Hahahahaha! Tenho uma história engraçada com escorredor de louça!
Eu não gosto, porque não gosto deixar coisas sobre a pia (que já é pequena, e como não tenho bancada acabo usando a pia pra fazer um monte coisas como bolos, cortar temperos etc...) Mas quando tive o Théo, há 4 anos, minha cunhada e minha mãe cuidaram da casa pra mim, porque tive que ficar 3 dias a mais no hospital, com cefaléia pós raque (nem sei se escreve assim) mas é uma dor de cabeça indiscritível... o primeiro dia, levantei da cama com aquela dor, fui até a cozinha e vi aquele objeto horroros, duma cor que nem lembro, sobre a pia... mal abria os olhos de tanta dor... o Edno, me amparando disse que fiquei olhando pro escorredor sem entender o que era... então ele lentamente foi tirando o escorredor e dizendo: não é nada não, vc está tendo uma alucinação...e botou fim no danado do escorredor, que minha mãe tão carinhosamente providenciou porque achava que eu precisava de um... depois nós rimos muito da história...
Me espliquei? será? acho que se fosse um escorredor moderno com design arrojado, quem sabe eu não ia gostar??
beijinhos
e inté!
Josi

Ana Carolina disse...

Oi Ana,td bem
Assim como vc não gosto das tais capinhas de botijão, filtro etc, e tb como a outra leitora detesto escorredor de louça sob a pia.
Lavo, deixou td amontuado por uns minutos e depois seco e guardo.
As vezes penso que tenho TOC (ahahah) será? só sei que não sossego enquanto não vejo a pia vazia sem nada em cima.
Bjs
Ana Carolina

Katia Bonfadini disse...

Oi, Ana! Eu gosto de escorredor de pratos... quer dizer, esteticamente não, mas gosto da função dele, que acho bem prática. Eu preferia ter um daqueles embutidos no armário, mas como nosso orçamento não deu pra projetar um na época, tivemos que optar pelo escorredor na pia. Ele é de metal e é até bem discreto. O que não é discreto são as louças penduradas nele! Bjs!

Cecilia Helena disse...

Olá, não fico sem escorredor, pois eu lavo louça à toda hora, então gosto de escorrer os apetrechos de cozinha, odeio enxugar copos, eles ficam horríveis, têm que secar escorrendo! No meu entender o escorredor tem que ser prático e de fácil limpeza! Casa de verdade não consegue ficar com a pia sequinha e vazia o dia todo (aqui na minha nunca consigo!!!).Bjs

Ana Matusita disse...

Oi Cecília (ou será a Helena?)! Oi Kátia Bonfa! Oi Ana Carolina!
Eu também não consigo manter a pia sempre sequinha, mas gosto de guardar a louça logo, porque a pia é pequena. E acho o escorredor bem prático.

Oi Josi! Que terrível! Nem quero imaginar a tal cefaléia, pois sofro de enxaqueca. E sempre associo alguma coisa específica ao dia da enxaqueca... mas ainda não tive enxaqueca relacionada a nenhum objeto... hehe!

Oi Carla! també não curto muito aqueles jogos de banheiro (aliás, não curto isso de coisas combinantes pela casa... prefiro tudo meio despareado, combinando sem combinar!

Oi Taia! eu também gosto da simplicidade brejeira (e não acho que tenha nada de brega!).

Oi Fátima! o escorredor é bonitinho e funciona bem!
bjs,
Ana

Flor - Como faz? disse...

A minha mãe tbm detesta! :D
Mas eu gosto. E adorei esse. Muito boa ideia os pininhos...