Páginas

quarta-feira, 8 de junho de 2011

Na cozinha: gnocchi do ♥!


E eis que chegou junho, mês do friozinho, das festas juninas e do dia dos namorados. Só coisa boa, tudo junto.
Ainda ontem, pensei numa série de coisas gostosas e românticas pra mostrar aqui, inclusive, receitas. Mas fui surpreendida pelo amado: de manhã, comentei que o friozinho tinha me dado vontade de comer gnocchi e que a gente poderia fazer no final de semana, porque não tinha sequer uma batata (ingrediente básico) na geladeira.
Fui cuidar da vida e, mais tarde, quando voltei pensando em alguma coisa rápida para o almoço, o cheirinho bom e o calor gostoso vindos da cozinha me pegaram de surpresa: marido improvisou um gnocchi com batata desidratada, que a gente sempre tem pros domingos de pouca inspiração e muita preguiça. E não é que ficou uma delícia?
Portanto, a receita que agradou meu estômago e meu coração é do marido:
Gnocchi:
(rende o suficiente para um almoço de família faminta)
4 xícaras de batata em flocos
1 xícara de farinha de trigo
2 gemas
1 colher (sopa) de manteiga
sal
água quente para hidratar a batata
queijo parmesão para ralar sobre a massa
Leve para ferver uma panela grande com água e um fio de azeite. Hidrate os flocos de batata até formar uma massa maleável, mas não muito mole. Assim: Junte os outros ingredientes, amasse e faça as cobrinhas de massa, para cortá-las em pedacinhos em superfície enfarinhada, desse jeito: Coloque os pedacinhos aos poucos na água fervente, espere que subam à superfície e retire com uma escumadeira, deixando escorrer num escorredor de macarrão com uma bacia embaixo (tome o cuidado de não deixar a bacia tocar o fundo do escorredor): Depois de tudo cortado e cozido, ajeite numa travessa, coloque mais azeite e o molho que preferir (ontem o escolhido aqui em casa teve tomate, carne e manjericão). Coloque o queijo ralado e sirva bem quentinho!
Bom apetite! Chega um certo momento na vida em que a gente percebe que o romantismo tem menos a ver com velas, escurinho e flores. O romantismo de um eterno namorado se constrói assim, no dia-a-dia, no revezamento das fraldas e do almoço.
Mesmo assim, não dispenso as flores, nem os jantares românticos!

12 comentários:

Ana disse...

ah, Ana! Que lindo!

Nunca comi gnocchi, mas noivo tá em outro estado /cry vou fazer só p/ mim, adoro batata \o/ meu purê de batata é o melhor de todos, qlq dia postu a receita :P

Ângela Goldstein disse...

Que sintonia fna, vizinha! Acredita que fiz gnocchi ontem de noite? =) Com manteiga caseira e sálvia.
Bjs!

Katima disse...

Oi, Ana.
Adorei a receita, acredito como você, nos pequenos momentos juntos vemos o quanto amamos nosso namorido, na cumplicidade está o romantismo.
Tenha um belo dia dos namorados.
Beijos
Kátima

Nile e Richard disse...

Olá Ana.
Parabéns ao maridex.
A receita é formidável e rápida.E o melhor saborosa.Estou com água na boca.
bjtos.Nile.

harumi disse...

óh, que almoço mais gostoso!!!
chegar em casa e ter o prato pedido feito pelo maridão: não tem preço!!! :-)

Telma - Minha casa. Minha Vida. disse...

Minha querida Ana, também acredito assim: "O romantismo de um eterno namorado se constrói assim, no dia-a-dia, no revezamento das fraldas e do almoço.
Mesmo assim, não dispenso as flores, nem os jantares românticos!"... por isso estou este ano completando 30 anos de casados e apaixonados....
um beijo
Telma

Taia Assunção disse...

Marido também é bom de cozinha, mas para ele cozinhar reservo os pratos de maior 'sustança': rabada, língua, costela...nunca fui boa de gnocchi, mas minha mãe faz um com mandioca que é uma coisa de bom. Adooooooooooro. Beijocas e parabéns pelo amado, certamente as flores são importantes, mas o dia a dia é ainda mais.

Milena disse...

Ana,o romantismo tem a ver com o cuidado,o carinho e isso não vale só num dia,não é?
No dia,colocamos algo mais(vai da imaginação e gosto de cada um),mas nos relacionamentos ele tem que estar sempre presente no cuidar,olhar o outro e fazer um cafuné na alma,com uma comidinha gostosa.
Beijo,

Mi

Fala, Mãe! disse...

Que delícia, eu amo nhoque(vou falar assim que so pobre tá ahaha)
Marido aqui tem banca de francês, mas nao cozinha nada, só torta de banana vez e nunca rs...beijo

priscilla • QüiQüi disse...

nham. confesso que fiquei com uma vontade monstra de fazer gnocchi pela primeira vez!

e, vou te contar, concordo demais contigo. a minha percepção de romantismo vai além do que seria 'romanticamente correto', é o amor sendo testado no dia a dia.

bjs

Anna disse...

é pra arrebatar o estômago e, principalmente, o coração!

Leonardo, Daniela, Júlia, Sophia e... disse...

Hum que delícia..fiquei com vontade tbém! Vou anotar tudinho, na janta vou servir gnocchi!
beijo grande,
Dani