Páginas

terça-feira, 11 de outubro de 2011

Modo de fazer: capa de almofada

Quando fiz a cortina da pia, alguém perguntou lá na página do blog no Facebook se não teria um passo-a-passo. Achei uma certa graça, já que a cortina é de quadradinhos, sem muita ciência, nem complicação.
Mas daí pensei que, há poucos anos atrás, eu mal conseguia costurar em linha reta. Só que não me dei por vencida até vencer o medo da máquina e, aos poucos, me jogar de cabeça no maravilhoso mundo dos tecidos e linhas.
Então, quando comecei a fazer essa capa de almofada, achei que seria uma ajudinha boa pra quem quer se aventurar.
Fui bem metódica, pra mostrar direitinho como fazer a capa de retalhos. Comecei cortando um pedaço de papel no tamanho exato da frente da almofada. Depois, usando a régua, dividi o retângulo em pedaços marcando com a caneta, formando blocos: Depois, cortei os retalhos, lembrando de deixar 1cm de margem para cada lado (ou seja, se vc quiser um pedaço de 15x15cm, corte um de 17x17cm): Depois, é só costurar os retalhos em blocos, para finalizar a montagem do patchwork: E o patchwork, depois de quiltado sobre a manta acrílica, ficou assim: Quiltar é fazer costurar sobre os retalhos, para deixá-los mais firmes. No caso da capa de almofada, fiz apenas algumas costuras bem rentes em alguns dos encontros de tecido, pois a intenção era unir o patchwork à manta acrílica, sem fazer pontos decorativos (o que também fica bem legal em alguns trabalhos). Além de quiltar, é importante arrematar bem os retalhos (eu fiz usando overlock, mas pra quem tem só máquina comum, um ziguezague apertadinho tá de bom tamanho).
Para a parte de trás da almofada, cortei dua vezes a metragem do patchwork da frente em tecido mais grossinho (usei sarja). Desse jeito: Uni direito com direito, fiz uma dobra grande e costurei, repetindo o mesmo processo com a outra parte (as partes de trás devem ficar sobrepostas, formando uma abertura para a almofada.
Costurei todas as partes e o lado de trás ficou assim: E a capa prontinha ficou assim:
E eu me lembrei que, há um tempão atrás, eu tinha mania de fazer mosaico. Era mesinha e moldura de mosaico pra todo lado nesta casa! Ainda hoje, a placa com o número da nossa casinha é de mosaico (assim como de muitos amigos nossos pra quem eu fiz plaquinhas de presente).
Numa das vezes em que eu estava com os dedos cheios de cortes por causa dos azulejos picados, um grande amigo engenheiro apareceu aqui e, depois de olhar a mesinha de mosaico que eu estava fazendo, disse o seguinte: "Ana, cê sabe que com seis azulejos inteiros medindo tanto por tanto daria pra cobrir a mesinha sem quebrar nada, né?"
Claro que ele não entendeu o meu bico de contrariedade mas, né, amigo engenheiro...
Enfim, juntar pedaços dá trabalho, seja de tecido, de caquinho ou de coração partido. Requer boa vontade, coragem e amor pelo o que imaginamos que os cacos possam se tornar. E um bom tanto de fé sempre vai bem, para as pequenas e grandes coisas da vida.
Bom feriado!

30 comentários:

Valérie Roberto disse...

Adorei o comentário do "amigo" sobre o azulejo...

Mas quem é crafteiro de coração não entende o "caminho mais curto"

Entende o caminho da mudança, da metamorfose e da transformação.

Isso não é todo mundo que entende.

É por isso que vc é artesã e ele engenheiro! rsrs



Amei a almofada.

Beijinhos

Mina disse...

kkkk, esse seu amigo, tinha que ser engenheiro !!

Feliz Dia das Crianças para nós,hehe! beijos e bom feriado.

Executiva de Panela disse...

Ficou linda! Obrigada por ensinar! Abraço, Paula

Marcele Leite disse...

Que simpático da sua parte, Ana! Sempre tão carinhosa e cheia de sensibilidade! #adoro

Valeria Marchello disse...

Olá...ficou linda a combinação das estampas!! Adorei!!!
Ótima explicação para quem ainda se mata um pouco na frente da máquina (eu..rsrsrs)
bjkss

Virginia lucia domingues disse...

gostei muito da aula e o mais importante é que vc entendeu que quando estamos entrando no mundo maravilhoso do artesanato, como eu, precisamos de pessoas como vc que tenham prazer em compartilhar....bjs

Marilia Baunilha e Patch disse...

Muito linda a comparação! Amei a poesia de tudo.

Beijos,

Eneida

Zi disse...

Parabéns pela divulgação desse belíssimo trabalho! adorei a atmosfera vintage! bjs Zí

Beti Copetti disse...

hahaha tinha que ser engenheiro!
Uma vez vi um filme em que o marido reclamava da "mania" da mulher de comprar tecido, recortar tudo e costurar de novo...

Tricia disse...

Oi Ana, adorei a aula de patch, super didática! Feliz dia das crianças! bjs. Tricia

Ceu disse...

Adorei a almofada,e seu jeito de ensinar melhor ainda,pois não coloco as mãos na máquina a 20 anos,e confesso que morro de medo.Adorei o passo a passo.
Bjs

Dani Bros disse...

A combinação dos tecidos amei, tão lindo !!!
Ah!!! Só pra te lembrar que tem sorteio lá no meu blog tá?
Bjks

Gislene Ellery disse...

Lindo post! Ótimo PAP!
Vou me aventurar a fazer uma almofada dessas!
E Ana, você disse bem, pra juntar caquinhos, sejam eles do que for, é preciso muito amor e carinho.

Beijinhos!

Lia Gloria disse...

Nossa, mais didática impossível! Acho que até eu, que ainda não consigo costurar em linha reta (juro!), conseguirei.
Adorei o blog e o jeito que escreves, parabéns
bjs

Vívian Westphal disse...

Oi Ana, obrigada por compartilhar. Parabéns pelo trabalho... engraçado como nem todo mundo tem sensibilidade, né. Grande beijo

PINTA ROXA disse...

É sempre um encanto entrar aqui e ver os teus trabalhos.
adorei a esplicação.
Beijos da Pinta

harumi disse...

adorei a almofada!
e a filosofia sobre juntar caquinhos! sempre vale a pena, né?
bjks.

Viviart disse...

Adorei a almofada, os tecidos, o PAP, tudooooo !!! Agora é fazer uma também! Obrigada Anaa

Lílian disse...

Aí, Ana... você explicou tão direitinho e tô me sentindo péssima aqui, porque ainda boei um pouco. Talvez o lance seja ligar a máquina e começar a ensaiar. Lindos os tecidos! São importados?
Bom resto de semana

Katima disse...

Oi, Ana.
Passei para lhe falar que citei você lá no meu blog hoje, quando der passa lá para ver a bolsa que fiz para minha vizinha.
Beijos,Kátima.

Regina Diniz Outeiro disse...

Adorei o PAP! Sempre me atrapalho ao montar o fundo.
E esses tecidos estão maravilhosos. Obrigada por compartilhar!
Beijos

Flávia Mergulhão disse...

Menina, vou te dizer que eu preciso perder este medo de costura...
Adorei as estampas!
Ah! Adorei tb o descanso que a Milena nos deu no Chá de Blogueiras da Bonfa!Muito lindo!
Bjão

Jô Bibas disse...

Ainda sou do tipo que não faz uma costura em linha reta e assim vou permanecer, porque não levo o menor jeito com tecidos. Por isso adoro ver os milagres que vocês que sabem costurar fazem!
Minha praia é tinta é pincel...
Bom domingo,

Juliana! disse...

adorei o pap!

bjos

Bruna M. disse...

oi Ana, lindas as cores da tua almofada! Minha sogra é costureira e estes dias quando viu um quilt meu pronto, falou algo do gênero também.. "Que engraçado né, cortar os tecidos para juntar de novo".. ehhe Mas daí que está a graça não é? Senão seria um simples lençol :)
Beijocas

Katia Bonfadini disse...

Sou fanática por almofadas!!!! Amei a mistura de tecidos com predominância do azul!!!!! Queria tanto saber costurar... é um lindo dom! Beijos!

Miriam disse...

ahhhhhhhh eu amo almofadas!! Esta ficou linda!! Obrigada por compartilhar o molde. Beijos

Carol Fonseca disse...

olha que atrasada que eu tô Ana, só li seu post agora!
Ó, me ajudou bastante!:)
Assim que sobrar um tico de tempo, parto pra minha almofada!
Bjoca!

Maria Jose disse...

Bem Ana, tenho um filho engenheiro e eles são assim mesmo EXATOS, mas também tem coração. Amei sua almofada e o que disse sobre juntar caquinhos, concordo plenamento com você.
Abraços!!

Mônica Moraes disse...

"juntar pedaços dá trabalho, seja de tecido, de caquinho ou de coração partido"
Disse tudo aqui.