Páginas

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Antes & Depois: o primeiro bule a gente não esquece!

Eu vou ser sincera: sou contra guardar coisas quebradas. Também não gosto de ficar colando caquinho, nem fazendo muito remendo. Acho que as coisas são para serem usadas (com cuidado, claro) durante o tempo que é possível.
Mas daí tinha esse bulinho, que foi o primeiro que compramos pra nossa primeira casa. Ele veio numa época em que a gente tinha que decidir: ou xícaras, ou bule. Então, ficamos com as xícaras de sempre (brancas) e compramos o bule bonitinho.
Não foram poucos os chás dividimos com os amigos. Lembro que, antes de ter filhos, lá no primeiro apartamento, eu fazia a massa do pão e deixava crescer enquanto íamos com os amigos ao cinema ali perto (long, long time ago, quando cinema no centro passava filme e não era lugar de expulsar capeta, nem fazer striptease). Depois a gente voltava, assava o pão e fazia um chá e café. Vida boa!
Então, quando o bulinho caiu e perdeu a bolinha da tampa, a gente até colou, mas não durou muito tempo. Só que eu não tive coragem de jogar fora e ele ficou assim por um bom par de anos. Usei como vasinho, enquanto isso:
Até que veio a ideia da transformação. E o bule virou abajur!
Olha só:
1. fizemos um furo na parte de baixo do bule usando a furadeira, bem devagarinho, usando essas pontas que não sei o nome. Conselho: tem que ser bem devagarinho mesmo, porque testamos antes numa garrafa e ela trincou (tentei usar o Dremel, que é mais delicado, mas ele não deu conta do recado e a furadeira funcionou melhor);
2. comprei fio e reaproveitei um soquete que tinha em casa (se bem que, quando der, quero comprar um mais bonitinho, porque esse tá lascado). A montagem é quase auto explicativa: depois de passar o fio pelo furo do bule e pelo furo da tampa,é só desencapá-lo com cuidado e prender nas garrinhas do soquete e, se for preciso, usar a fita isolante (só não pode deixar que os fios divididos se encostem, né Griselda?). Ah, colei o soquete na tampa do bule, bem onde a bolinha quebrou. Serviço meio porco, nada garantido, que ainda preciso melhorar;
3. para a cúpula, encapei uma simples com um tecido bonitinho. Primeiro, alinhei a emenda da cúpula com um dos lados do tecido e, com o lápis, fui traçando o arrendado (em cima e embaixo). Na hora de cortar o tecido, preste atenção para deixar uma margem em todos os lados (na emenda, deixe um tanto para dobrar e fazer um acabamento; em cima e embaixo, um dedo é o suficiente).
4. encapei a cúpula usando cola branca levemente diluída em água (só o suficiente para o pincel deslizar melhor). Colei primeiro o corpo da cúpula, deixando o acabamento para o final. Depois, usando um desmanchador de costura, foi empurrando as beiradinhas para o lado de dentro da cúpula.
E ficou assim:
Depois, lá na sala:
E no lusco-fusco:
No fim das contas, preservei nosso primeiro bule e, de quebra, ganhei um abajur que ninguém mais tem.
Tenho que contar que fiquei muito irritada durante o processo porque, de vez em quando, acho que só eu é que ligo pra essas coisas aqui em casa (e essa solidão craft cansa um pouco) e, na hora em que as soluções técnicas não aparecem, no lugar vem meu mau humor praguejante.
Mas daí ouvi a filha comentando com o marido: "que bonitinho que ficou o bule da mamãe" e ele contando que tinha sido das primeiras coisas que compramos juntos e tal... e o saudosismo diminuiu um pouquinho a minha ira. Só um pouquinho.
=P














33 comentários:

Mariana Brito disse...

morri de lindeza!!!!!!!!!!!!!!!!! :)
parabéns, coisa mais fofa da vida.

bjs e qjs

www.querotantacoisa.blogspot.com

Ju Padilha disse...

ahhhh Ana,
eu amei... mais ainda a história do bulinho, fiquei com vontade do pãozinho assado entre amigos!
vc é mesmo muito especial!
beijinhos

Cynthia Le Bourlegat disse...

Adorei, perfeito! beijo Ana

Adri disse...

Oi , posso dizer que valeu a pena ter guardado ele por tanto tempo, a ideia foi genial, eu adorei, parabéns!!!

Srta.Formiga disse...

Muito chá de luz pra nós em 2012!

Carol disse...

O abajour ficou muito bonito e achei bem legal essa sua ideia de transformar algo que faz parte de sua história.
Quanto a você ser a que liga para essas coisas, somos então do mesmo time, tipo assim, eu não sei fazer nada de suas artes, mas dou o valor que marido e filha não dão.

Ah... esse cantinho com essas fofurices me encheu os olhos.
Beijos

Leila Sassaki disse...

Ana, eu ameiiii sua idéia!!! Muito charmosa mesmo! Além de vc preservar todas as lembranças que ela te traz né? Fico aqui imaginando o trabalho que deu pra ser feita... e devo dizer, ou melhor, confessar que sinto essa mesma solidão crafteira... tsc tsc tsc.... mas no final sempre vale a pena não eh? A gente fica irritada por ter que fazer tudo sozinha, arranca os cabelos, mas no final tb os créditos são só nossos! rsrs
Beijos!!

Lia disse...

Amei!

Laély disse...

Ana, uma opção para furar a cerâmica com segurança seria levar em uma vidraçaria de confiança e pedir que usem uma broca mais delicada. Fiz isso com um prato onde instalei uma maquininha de relógio e pendurei na sala de jantar.
Já compartilhei lá no Face.
Abraço!

Pintando o 7 disse...

Gostei!

Cela disse...

Adorei esse tecido da cúpula!

Rosana Sperotto disse...

Já namorava a ideia há tempo, agora, vendo quase que diariamente a belezura de abajur da Juju, na novela das 6 (já viu, Ana?), volta e meia me pego projetando outras utilidades para meus bulezinhos e xícaras. Adorei o teu!! Preciso investir numas ferramentas para encarar o projeto. Beijão!

Ana Matusita disse...

Oi Rosana! Não vi (não assisto essa novela, apesar de todo mundo falar que é fofa), mas vou procurar!

Oi Cela! O tecido é fofinho, né?

Oi La! A ideia é fazer em casa (tem mais graça, né?)

Oi Leila, oi Carol! Foi só um momento desabafo. Na verdade, meu marido até entra bastante nas minhas ideias!

Oi Lia, obrigada!

Oi Formiguinha! Muito chá e luz pra vc também!

Oi Adri e Cynthia, obrigada!

Oi Ju! também fiquei com saudades do pãozinho!

Oi Mariana, obrigada!
bjs,
Ana

Cris Nagawa disse...

Ana...

Ficou muito fofo....ia citar a novela, mas já li que vc não assiti...tem muitas coisinhas fofas nas cenas da novela....e seu bule/abajour, ficou lindo...

bjs

heloisa de mesquita inoue disse...

Éh... o primeiro bule a gente nunca esquece mesmo! Até hoje me lembro como se fosse hoje do meu primeiro jogo de chá! beijos!

Elaine Silva disse...

sua filha tem toda razão,ficou muito lindinho seu bule/abajur.Parabés pela criatividade.Bjocas

Maria Maria Arte disse...

Que lindo!!!!

Reciclagem é tudo de bom, preserva-se as lembranças e ganha-se peças exclusivas.

Beijos...

Fátima!

emy disse...

ai Ana, adoro seus projetinhos! É tudo tão singelo e delicado! bjoca

Diacuy disse...

Tb não gosto de caquinhos colados, coisinhas remendadas, mas tem coisas que não dá absolutamente não dá pra jogar fora.
Ficou lindo.

PINTA ROXA disse...

é destas pequenas histórias que é feita a nossa vida.
Agora o bule ganhou vida na tua casa e sempre podes olhar para ele e recordar...outros tempos.
Bom restinho de semana.
Pinta

Cinária Mendes disse...

Ficou lindo! Amei!
Tambem quero um!!!
Beijos

Marcele Leite disse...

Que delicado, Ana... Nada mais carinhoso e gostoso como o resgate das boas lembranças de forma tão simples e calorosa! Aposto que vai ser uma luz duplamente iluminada! Eu amei. =)

Paula Karina disse...

Mutio lindo o abajur feito com o bulinho !!!E a história dele mais ainda !!!
Bjossss

Leonor Siqueira disse...

Oi, Ana, passeando por aí,encontrei seu blog, achei o máximo as transformações que você faz! Este bule me fez lembrar um baleiro de cristal que ganhei da minha mãe, e quebrei (chiii) não tive coragem de contar e está guardado até hoje, o que sobrou dele, aliás foi bastante (rs) acho que seu bule pode me dar uma inspiração. Parabéns, muito legal, estarei sempre por aqui!
Beijos

Regina disse...

Ana, ficou a coisinha mais linda! Que idéia genial e muito fofa.

Tia Mi disse...

O seu post está fantástico. Consegui sentir as suas emoções enquanto lia! Adoreiii... fantástica a idéia!
Bjs,
Mi

Novideas disse...

Muito lindo Ana!!!
Parabéns pela criatividade, bjs,
Déa

Katia Bonfadini disse...

Ana, que ideia mais criativa!!! Nossa, adorei a transformação charmosíssima e original! Beijão!

Mulher Carioca disse...

FICOU MUITO CHARMOSINHO E DELICADO.....AMEI BJUS

http://antesedepoisfazendoarte.blogspot.com/

Elisa disse...

Nossa adorei suas dicas...parabens pelo blog...bjos

Pepper Bijux disse...

Adorei o seu cantinho aki, e já vi que vou sempre dar uma espiadinha nas novidades, e aproveitando deixo o meu convite para conhecer nosso Bloguito...

http://pepperbijux.blogspot.com e nossa Fan Page no Face https://www.facebook.com/pepperbijux

bjim e espero vc lá...

Close up! disse...

E ficou super fofinho!
Espectacular,mesmo!

edna paulista disse...

Amei tudo. Com faz a cúpula do abaijur ou e conprad pronta