Páginas

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Brinde fofinho, quem quer?

A correria por aqui tá indescritível. Mesmo assim, deu tempo de bolar um brinde novinho e fofo (obra colocada em prática pela talentosa parceira Mariana, da SET Design): um kitzinho de costura, pros momentos de urgência!
Porque as clientes merecem um pacotinho cheirosinho e caprichado!
E vocês? Como fazem nos momentos em que o botão da blusa cai? Ou que que a saia rasga?
Contaí, que eu vou sortear 5 kitizinhos pras respostas criativas!

33 comentários:

Sílvia disse...

Oi Ana amei esses kitizinhos, toda mulher deveria ter um, comigo já aconteceu de usar um grampeador para segurar a alça do sutiã que simplesmente quebrou a parte de plástico que segura a alça, deu para chegar em casa.
Bjos.
Silvia.

Helena Garcia disse...

Amiga do céu...já passei por um micão no serviço..rsrsrs..meu sutiã arrebentou a alça...tive que grampear a alça e pedi a minha chefe pra ir numa lojinha que tinha perto do meu trabalho e comprei um novo...mas, foi hilário...hoje dou risada, mas no dia....rsrsrsrs
Um beijo cheio de carinho!
Helena
www.diaadiacorridinho.com.br

Carol disse...

Torço para não cair nenhum botão de nenhuma roupa, pois ainda não aprendi a pregar botão, sempre vira um bolo na linha e embaraça. Será que tenho jeito?
Beijos

Tricia disse...

Ah, meu mico é imbatível! Estava eu lá na sala do tribunal do juri onde atuo como oficial de justiça (nesses intermináveis julgamentos de crimes dolosos contra a vida). De repente constatei que minha calça social estava com a lateral toda rasgada. Saí perguntando pra todo mundo: jurados, secretaria do juiz, advogada, promotora (ainda bem que não deu tempo de chegar até o juiz). Fui salva pela advogada do réu, precavida que só ela, tinha linha preta e agulha na bolsa. Tudo que eu precisava. Foi um micão!!! kkkk Tricia

Letrícia disse...

O mico mor foi no dia do meu casamento no civil. Usava um tailleur sem mangas e perdi um botão na barriga, segundos antes da cerimônia. Dei o botão fujão para o noivo e passei o resto do tempo feito Napoleão, com a mão no meio da blusa para disfarçar.

Leila Sassaki disse...

Ah que kit mais fofo! :)
Eu não tenho nenhum mico pra contar, nem nunca passei por uma situação dessas de perder um botão na rua, nem no trabalho... o unico lugar onde eu perco botão eh na máquina de lavar mesmo... rsrs
Beijo!

Carol Fonseca disse...

Bom Ana, eu tenho várias pra você. Antes de ter máquina de costura já grampeei barra da calça, colei com durex, já usei blusa sem botão e já precisar amarrar o casaco na cintura (like 15) porque a calça rasgou na bunda.
E não para por aí, a última foi minha saia abrir do lado quando eu ia pegar um táxi pro aeroporto 5 da matina. Não dava tempo de trocar de roupa (mudar e look e tals) e nem de costurar...FOI COLA QUENTE NA SAIA.

#prontofalei #aiquevergonha

Katima disse...

Oi, Ana.
Comigo só uma vez e foi digamos sensual,brincadeira.rsrrss O botão da minha blusa caiu, aquele que fica bem em frente aos seios (não costumo usar decotes), e fiquei com aquele buraco enorme em plena festa de crianças, mas dei um jeitinho peguei uma fita que prendia as lembranças da festa, amarrei no botão de cima, na casa do que caiu e no botão de baixo, uma bagunça total, mas tampei o buraco e ainda ficou fashion e não perdi o resto da festa.rsrssrrs
Beijos,Kátima.

Luciana. disse...

Que fofo esse kit! Sabe que comigo também nunca aconteceu de rasgar rou pa na rua, graças à Deus. Cair botão sim, dei um jeito de fechar com um clipes de papel até chegar em casa.
Bjos, Lú.

Carmen Ferreira disse...

oi Ana
já passei alguns sufocos do tipo vestido novo que teimava em ficar abrindo nos seios, ele era transpassado e eu não sabia que ficava abrindo. a maior vergonha: para abaixar tinha que segurar o decote e ficar ajeitando o tempo todo porque abria muito mesmo. sabe o que tive que fazer? pegar um enfeite de cabelos(florzinha) da minha filha e prender. ficou parecendo um broxinho! hahahá!

agora ando com um alfinete de segurança preso dentro de todas as minhas bolsas para as horas do sufoco.

bjos

Nina Dias disse...

oi Ana quanto tempo! Bem eu tenho um kit na bolsa, porque já me vi segurando as calças no ônibus, e não foi nada divertido! bjs Nina

Pâm disse...

hehehe acontece muito comigo disso!

Como fico fora de casa o dia todo, levo na bolsa um kit sobrevivência com tudo o que preciso para não passar aperto.
Para as costurinhas ingratas, eu tenho sempre um alfinete de segurança: um grande e um pequeno!
Caiu o botão: usa o alfinete para segurar aquela abertura na blusa :)
Descosturou a barra da calça: coloca o alfinete maior e torce para não ter que bater muita perna naquele dia...rs..

É super fácil e além disso os alfinetes de segurança são pequenos. Você pode levar dentro do porta moedas até se quiser.. ou numa necessaire bem fofa feita por você, junto do baton, da escova de cabelo, do absorvente...
É isso aí!
Mas claro que um kit assim fofo, seria mais bem recebido na minha bolsa né :)

Beijoss e parabéns pelo teu trabalho!

Pâmela
Joinville/SC

Silvia disse...

a-do-reiiiii...eu quero

Rosana Sperotto disse...

Nem eu acredito, Ana, mas sou um zero à esquerda com esses pequenos consertos, mesmo amando tanto as manualidades. Quer me deixar irritada, me pede pra pregar um botão, fazer uma bainha... Imagina quantos micos já paguei por conta dessa birra. Um amor o kitzinho! Beijo

Zyg disse...

Incrivel mas eu nunca estou com um kit de costura na bolsa.. e olha que adoro usar bolsa grande para poder levar muitas coisinhas....
Mas o qeu acaba acontecendo é que eu recorro ao grampeador para resolver o problema quando estou no trabalho. Já até fiz barra com grampeador... rssss
bjs

Kátia C. Silva disse...

Ah, não tenho nada diferente de grampeador e cola quente não...rs...
Adorei os kits, suas clientes vão ficar felizes!
bjsss

Ana Paula Santiago (inventandocasa.blogspot.com) disse...

Ana, por falta de um kit desses na bolsa eu já usei fita crepe rsrsrs. Outro dia estava eu linda e me achando com uma calça legging preta e uma blusa charmosa no mercado, a calça, não sei como descosturou atrás, no bumbum (oi?). Pensa me uma mulher desesperada! A minha sorte erá que a blusa era compridinha e dei uma esticada básica, mas acho que minha cara de envergonhada chamava a atenç~~ao mais que o rasgo na calça rsrsrs
Parabéns pelo belo trabalho!
apssantiago@yahoo.com.br

Mara disse...

Olha que graça! Amei os Kits.
Engraçado por que ontem mesmo precisei disso, vim trabalhar de vestido e meu vestido puxou um fio e rasgou, tive que pedir para minha irmã comprar agulha e linha e ai costurei! Me salvou.

Adoro seus trabalhos.
Quando tiver um tempinho passa lá no meu canto tambem.
http://arteseestilos1.blogspot.com/

Bjuxx

Cris Corrêa disse...

Ana, o pior mesmo acho que é o grampeador mas, sem um kit urgente de costura quebra um galho! bjk, amei o kit, muito fofo!

Cristiane Cordeiro disse...

Ana,
Amei o kit, quero sim.
Minha historinha é de que estava no trabalho, com uma saia tipo secretaria, em determinado momento rasgou a lateral de baixo pra cima, o que fazer? Colei uma parte(diminuir o rasgão)com super bonder e rodei ela, ficou como se as laterais tivessem duas aberturas, rsrsrsss... quem sabia dizia que eu estava lançando moda.
Vou ficar na torcida do meu kit.

kisses,
Cris.

Clara disse...

Bom Ana, minha emergência foi qd fui madrinha de casamento de uma amiga em Jundiaí. Eu moro em Rio Claro, e o vestido que iria usar estava na casa da minha mãe, em Mogi Mirim, pois iria me arrumar lá e viajar com ela pro casamento. Na semana que antecedia o casamento liguei pra minha mãe dar uma geral no vestido estampado de floral (o casamento era a tarde). Só que ela deu uma geral no vestido errado (não especifiquei qual era e ela tb não perguntou)! Só nos demos conta do erro de comunicação qd fui experimentar o vestido certo, já na hora de me vestir pro casório! E aí veio a surpresa: o zíper estava quebrado! Eu não queria ir com o outro vestido com estampa floral, aí a sorte, que minha mãe (como toda mãe, eu acho) tem um kit básico de costura em casa! Vesti o vestido e ela costurou o vestido fechado no meu corpo! Passei o casamento inteiro morrendo de medo de algum movimento mais forte desmanchar a costura! Apesar de já ter saído de casa há 2 anos, até hoje, sempre que tem um botão pra pregar, principalmente das roupas do namorido, levo a roupa pra Mogi Mirim e uso o kit de costura da minha mãe! :) Beijo

Mariana Brito disse...

que lindooo!!
eita, menina, eu sempre grapeio tudo. hahaha... lembro de quando todas as minhas calças eram com uma bainha fake, grampeada. outro dia uma colega do trabalho apareceu com um furinho na camisa e o que Mariana fez? tec-tec nele. hahahaha.

beijosss

Diacuy disse...

Eu corro para o blog da Anasinhana para comentar e ganhar o kit e assim costurar o que rasgou.

Jô Bibas disse...

Depois de te ver por todos os lados na make, entendi o porque da correria... Parabéns!

maristela disse...

Bom, já que todo mundo contou os micos, o meu foi "quase" um mico. Quase porque estava previnida. Ia fazer uma audiência (quando ainda advogava) e chegando ao fórum, caiu um botãozinho maldito da minha blusa. Voltei para dentro do carro, peguei um kitizinho que tinha (ganho do antigo Banespa) e coloquei o desgraçado no lugar de onde nunca deveria ter saído. Essa foi por pouco.

meiry disse...

Amei o kit. Meu mico foi com o fecho de uma calça jeans. Estava na rua quando senti o fecho abrindo e não conseguia fechar, aí procurei um banheiro, tinha linha de emergência na bolsa, fiz uma alça com várias voltas de linha, prendi naquele buraquinho do fecho, fechei o fecho e prendi no botão da calça. Ufa!! Que alívio! Consegui fazer o q tinha q fazer na rua e depois mandei trocar o fecho pq isso eu aínda não sei fazer, rsrs. Bjs.

VIVI disse...

Um dia em plena fila de banco minha blusa descosturou a lateral. Fui até o banheiro tinha uma agulha na bolsa mas não havia linha. Peguei dois fios de cabelo e costurei a blusa. Voltei para fila feliz da vida.

Mônica Maflé disse...

SAbe comoé... casa de ferreiro o espeto é de pau...e eu sigo bem essa máxima.
Esse kit dentro de uma bolsa seria tudo de bom...mesmo que a blusa fosse de outra pessoa... nem custa ajudar... Já passei vergonha, porque encosto em tudo quanto é lugar, ja fiquei agarrada com a calça presa num prequinho...ai que vergonha...fez um buraquinho, uma amiga me emprestou o agasalho e o amarrei na cintura até chegar em casa...fazer o que?

Eva Mota disse...

Oi, Ana! Micos e soluções criativas por aqui é o que não faltam! Mas vamos ao meu!
Foi no ano passado. Era repórter de rua do telejornal da líder de audiência no sudoeste da BA (Agora sou da vice líder rsrsr) Estávamos o cinegrafista e eu fazendo uma matéria sobre a vacinação contra a febre aftosa. O entrevistado nos colocou dentro do curral e esqueceu de nos avisar que a vaca mais valente estava parida e com o bezerro do lado!! Só senti o chão tremer atrás de mim... Foi carreira em todo mundo! Em segundos, subi e fui parar do topo da cerca (O que o medo não faz) Depois que o animal foi preso, vi que o último botão do camisete que usava tinha caído e tentar acha-lo entre a caca da vaca não estava nos meus planos. O problema é que precisava gravar a “passagem” aquela parte em que o repórter aparece. Mas quando o vento batia, parte da barriga aparecia! Daí, no meio do mato, sem nada em mãos, furei o camisete onde ficava o botão com a minha caneta, peguei um filete de capim, passei pela casa e dei um nó!!! Consegui gravar o texto. Final da história: O camisete era verde e suuuuper combinou, passou no teste do vídeo!!! Rsrsrsrs.
Um bjão, Ana!

Ulla's Quilt World disse...

Thank you for your lovely blog! Your quilts are so fantastic! :)
www.quiltworld2.blogspot.com
Hugs, Ulla (from Finland)

Jo Gusson disse...

Para Tudo! Meu mico foi numa peça de teatro que eu fiz na escola do meu filho onde eu era a chaleira da Bela e A fera. Quando comecei a rodar, rodar e rodar, tropecei na minha chaleira e caí de cara no chão como uma jaca. Tive que ser levantada pelas minhas amigas de cena. Mico, Mico, Mico... tive que tirar linha das cortinas do teatro para costurar a barra maldita da minha chaleira. Não gosto nem de lembrar,mas para ganhar um kit, o que a gente não faz?
Bjs
Joelma Gusson
www.brasilmodamais.blogspot.com

Anna disse...

ainda dá tempo de participar?

Já passei aperto dos mais diversos e tá há um tempão na minha listinha de coisas a fazer/comprar o kit de costura.

Aqui no trabalho passei um micão: super grávida, super barriguda. Comprei uma calça social caaaaara numa loja bacanuda pra gestantes. No primeiro dia que uso rasgou todinha. Gravidinha de bunda de fora!! rsss

O jeito foi apelas pras amigas e, graças a Deus, consegui resolver logo.

beijos

Paula disse...

Ah todo mundo é igual, né? Ri muito com os comentários... Eu passava muito mico desses quando era secretária. Cansei de remendar meia fina com bandaid, com durex, que horror! Até que resolvi deixar duas na gaveta, a minha diretora vivia sofrendo com o mesmo problema rsrsr
O grampeador tb sempre foi utilíssimo, ao lado da fita crepe e da superbonder, uma vez precisei colar o botão de uma calça com ela e quando cheguei em casa tive que cortar a bendita para poder desvestir, por que colou meeesmo!! kkk Isso só falando de roupas, né? Mas sempre tinha um brinco quebrado, um colar despencando, fivela de cabelo e até sapato! Quem nunca quebrou o salto bem no dia da reunião??? Só nós mulheres mesmo para lidar com tudo isso no maior bom humor!!
Aliás, Feliz Dia da Mulher pra nós!!
E se der, tb quero concorrer. Se não der, valeram muito as risadas e as lembranças.

bjs a todas