Páginas

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Bebê moderninho

Os dias tem sido de muito trabalho. E parece que é o mês dos bebês moderninhos: teve muita bandeirola colorida pra porta de maternidade; manta de muitas cores, lençóis e
almofadas de bolinhas variadas e esse protetor de berço, o mais fofo dos últimos tempos.
Fala se criar pra mamães destemidas e que amam cores não é uma coisa boa demais?!
Cor na vida dessa bebezada, gente!
=)

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Deu bolo: cupcake de framboesa


Tem dias que o azedume invade. Porque a vida não é 100% cor de rosa, nunca. A gente tem que correr atrás sem parar, porque os sonhos não se realizam de graça. É bunda na cadeira pra costurar e sorriso no rosto pra atender (mesmo com o botão vermelho da enxaqueca piscando), sem perder o rebolado, nem deixar a peteca cair.
E, no meio da correria, adoçar a vida (sem exagerar) é sempre um alento. E esse bolinho de baunilha recheado com geléia de framboesa e coberto com cream cheese é uma delicadeza, pra suavizar qualquer dia chato.

Cupcake cream cheese de framboesa (receita adaptada do livro The Hummingbird Bakery - cookbook)
rendimento: 12 a 13 cupcakes

Ingredientes:
Massa:
1 xícara de farinha de trigo
3/4 xícara de açúcar
1 1/2 colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
3 colheres (sopa) de manteiga sem sal em temperatura ambiente
1/ xícara (chá) de leite
1/2 colher (chá) de essência de baunilha
1 ovo
geléia

Preaqueça o forno a 180°. Coloque 12 ou 13 forminhas de papel numa assadeira para cupcakes.
Coloque a farinha, o açúcar, fermento e manteiga na batedeira. Bata em velocidade baixa até obter uma consistência "arenosa" e ficar tudo bem misturado.
Junte o leite e a baunilha e bata em velocidade média. Por último, acrescente o ovo e bata um pouco mais.
Coloque a massa nas fomrminhas (eu costumo colocar uma colher de sopa bem cheia em cada forminha. Essa fornada rendeu 13 forminhas, ou seja, uma a mais do que cabia na minha forma.
Leve ao forno preaquecido por 20 a 25 minutos ou até estar levemente corado (ou faça o teste do palito). Tire do forno, deixe esfriar bem (eu gosto de usar a grade).
Depois de bem frio, faça um corte com uma faquinha em diagonal no bolinho, tirando uma tampinha. Coloque geléia no centro do bolinho e, tirando um pouco a massa da parte de baixo da tampinha, recoloque sobre os bolinhos.

Cobertura:
1 caixinha de cream cheese
2 a 3 colheres de açúcar de confeiteiro
Misture delicadamente o açúcar e o cream cheese. Coloque no saquinho de confeitar e cubra os bolinhos.
Enjoy!

quarta-feira, 13 de junho de 2012

Como fazer, lá no tanlup!

E ontem teve comemoração caseirinha de dia dos namorados aqui em casa. Ganhei um vaso de orquídeas lindas e fiz souflé de chocolate, pra servir pro meu namorado no jogo americano de ♥♥♥ de ontem.
Vou contar que o souflé ficou bem marromenos, porque eu não lembrava direito o tempo de forno e acabei deixando demais... mas o namorado deu umas colheradas e fiz "hummm" pra me agradar...
Depois, dormi de babar no sofá, porque ontem foi dia de dentista e eu tava de boca mole, super anestesiada. Fuémm!
Apesar do grau zero de romantismo, não tem noite melhor do que as noites de folga do meu amado, quando a gente fica junto, conversa, cozinha e vai dormir cedo. Sem grandes invenções e aventuras, mas com aquele amor tranquilo que é uma conquista do dia-a-dia, da vida que a gente vai construindo juntos.
E foi no embalo do romantismo que eu preparei o meu tutorial de estréia para o blog tanlup, uma capa fofa pra bolsa de água quente:

Vai conferir!

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Modo de fazer: jogo americano com amor!

E amanhã é dia de se aconchegar, namorar, fazer coisas gostosas e ficar juntinho do ser amado. Só que, né, terça-feira... dia de acordar cedo e pegar no batente. Então, o jeito é ficar em casa e fazer as coisas que a gente faz de um jeitinho especial, mais romântico e caprichado!
Eu ainda não sei bem o que vamos fazer mas já preparei uma parte do presente: estampei um par de jogo americano, com carinha de romance:

Para esse projeto, fiz dois jogos americanos de algodão cru, com 49x35cm, bem simples, só com a barra feita. A única atenção que é preciso ter é que o algodão cru encolhe bastante, cerca de 30%. Então é legal deixar de molho um dia antes e passar a ferro, com muito carinho!
Além do algodão, usei caneta preta e tinta vermelha para tecido; fita crepe de 4,9cm; lápis vermelho (ou da cor que você pretende carimbar os corações), régua e um carimbo pequeno de coração, comprado em papelaria. O carimbo pode ser feito em casa, recortando EVA, rolha de garrafa ou até batata!

Primeiro, fiz o padrão em escala menor no meu caderninho de ideias. É sempre legal testar antes, para ter noção do resultado final:

No tecido, prendi tiras de fita crepe na diagonal, deixando um pequeno espacinho entre elas (uns 3mm). Daí, formei o "xadrez", prendendo mais tiras de fita. Em cada junção das fitas, fiz uma pequena marca com o lápis vermelho, para saber onde carimbar os corações. Depois, tirei o "xadrez" de fita crepe e coloquei sobre o outro jogo americano, para repetir o processo da marcação:

Para carimbar os corações, usei uma bandejinha de isopor, que fez as vezes de carimbeira:

Depois de tudo carimbado e bem seco, fiz os risco com a caneta de tecido preta e a régua:

E ficaram prontos os jogos americanos amorosos, pra acomodar alguma comidinha gostosa que, prometo, mostro depois!
Bom dia dos namorados pra todos!





quarta-feira, 6 de junho de 2012

Vamos costurar?


Quando eu era criança, via minha mãe esperar a revista Manequim ansiosa, folhear e eleger os modelos preferidos para levar na modista. A minha parte preferida era ir comprar os tecidos (será que era um sinal da minha compulsão depois de adulta?) e depois ver a Rosa, nossa vizinha costureira, chegar com o pacote embrulhado no papel de seda. Coisa fina!
E qual não foi a minha alegria quando recebi esse presente embrulhadinho de um jeito todo craft:
São os cinco primeiros volumes do Guia Completo da Costura, editados pela tradicional revista de costura. A coleção completa terá nove volumes que estão sendo publicados aos poucos.
O primeiro volume é uma Introdução à Costura e fala sobre máquinas e materiais:

De cara, já amei a capa e todo o projeto gráfico, bem bacana. A revista Manequim acertou em cheio nos temas, que atendem bem à necessidade da mulherada ávida em aprender a costurar!
valeu, Manequim!


segunda-feira, 4 de junho de 2012

Na cozinha: carrot cake, o injustiçado


Outro dia, fiz esse bolinho no formato cupcake lá no café e, ao contrário dos cupcakes de chocolate, que se vendem sozinhos, tive que ficar fazendo propaganda deles o tempo todo. Injustiça, porque os carrot cakes são deliciosos.
E deixei o nome em inglês porque os primos gringos do nosso bolo de cenoura são bem diferentes da versão brasileira: úmido e rico, pois leva um bom tanto de especiarias e nozes, além da cobertura de cream cheese, o carrot cake virou meu atual preferido na categoria bolinho!
Ok, sei que a maioria vai preferir mil vezes um tradicional cupcake de chocolate mas a receita super vale a pena.
Adaptei desse livro aqui e dessa outra receita aqui.


Carrot cake
(rendimento: 1 bolo alto de 20cm de diâmetro ou cerca de 30 cupcakes)

Massa:
1 1/2 xícara de açúcar mascavo (aperte o açúcar na xícara na hora de medir)
3 ovos
1 xícara de manteiga amolecida (ambas as receitas pedem óleo, que eu nunca tenho em casa, então fiz a troca)
2 xícaras de farinha de trigo peneirada
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de fermento em pó
1 colher (chá) de canela em pó
1/2 colher (chá) de gengibre ralado (usei em pó)
1/2 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de extrato de baunilha (usei o caseiro, mais fraquinho)
3 cenouras raladas
2/3 xícara (chá) de nozes picadas

Cobertura:
2 caixinhas de cream cheese (usei Philadelphia)
6 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro

A receita pede 3 formas mais ou menos de 20cm, mas optei por fazer nas forminhas de cupcake e rendeu um monte (30 cupcakes). Se você for fazer no formato bolo, comece a receita untando as formas com manteiga e farinha.
Pré-aqueça o forno a 180°.
Coloque o açúcar, a manteiga e os ovos na batedeira e bata em velocidade média para misturar (fiz o processo com fouet, no braço e na coragem). Aos poucos, misture a farinha, bicarbonato, fermento, canela, gengibre, sal e baunilha.
Por fim, misture a cenoura ralada e as nozes, até incorporar bem.
Distribua a massa nas forminhas (eu coloquei uma colher de sopa bem cheia de massa em cada forminha, mas o bolinho não cresce muito, então dá pra colocar até cerca de 3/4 da borda da forma) e leve para assar até dourar (cerca de 15 minutos, mas é bom ficar de olho).
Nunca use a grade de baixo do forno para o cupcakes, porque o papel queima no fundo facilmente (experiência própria!). Depois de assados, tire os bolinhos da forma e deixe esfriar na grade antes de cobrir.
Para a cobertura, misture delicadamente o cream cheese e o açúcar de confeiteiro. Cubra usando uma colher e, se quiser, salpique um tiquinho de canela e nozes por cima (não fiz isso, porque prefiro o gostinho da cobertura sozinha).
Sério, esse foi o melhor bolinho dos últimos tempos!
Boa semana.