Páginas

quarta-feira, 23 de janeiro de 2013

Na cozinha: tempura


A vida mudou bastante aqui em casa, com muitos acontecimentos de uma vez só. Entre as novidades, a mudança de emprego do marido, que está mais presente em casa (para nooooossa alegriaaaa!!!).
Ontem de manhã, logo que eu terminei a lista de supermercado, ele disse que poderia fazer as compras no fim do dia, o que havia se tornado uma coisa inédita nos últimos anos. E, vejam só como a vida pode ser simples: enquanto a gente guardava as coisas, marido ria, achando graça e se divertindo em poder fazer algo tão prosaico do dia-a-dia caseiro!
Mas o que mudou também foi nossa renda, já que tudo nessa vida tem seu preço. A gente tem saído menos, pensado mais nos gastos e feito mais coisas em casa, o que tem sido ótimo, por sinal (então, não se espantem de ver muitas receitas/tentativas de receitas novas por aqui).
Uma coisa que certamente vai diminuir é a ida da família a restaurantes japas, que a gente adora, mas que tem preços um tanto quanto salgados. Em geral, quando a gente ia comer comida japonesa, era minha oportunidade de pedir tempura, friturinha que eu adoro mas detesto fazer, pela lambança que causa na cozinha. E também porque meu estômago nunca aceita coisas oleosas muito bem. E também porque odeio limpar fogão... a lista de bons motivos pra não fazer é sempre grande, mas eu gosto de viver perigosamente além do que, hoje foi dia de faxineira em casa!
Não sei bem porque mas, antes de dormir, marido me perguntou se eu queria que deixasse alguma carne descongelando pra hoje e eu, já meio sonolenta, falei que era pra tirar dois peitos de frango pra fazer yakissoba. Ele estranhou, porque costumamos fazer com carne, e perguntou se eu tinha certeza. E eu, rabugenta, insisti que era frango mesmo. Enfim, apesar do sono e da troca dos nomes, eu estava sonhando era com o tempura fritinho em cima do gohan (arroz)!
E foi isso que tivemos de almoço:

Tempurá de frango e legumes (a receita rende um monte e foi um exagero, mesmo considerando que somos em cinco pessoas, então dá pra diminuir pela metade na boa)

2 peitos de frango
1 cenoura grande
1 cebola
1 abobrinha
100 grs de mistura para tempura (comprada em mercadinhos japa)
160 ml de água bem gelada
um pouquinho de curry em pó.
óleo de girassol pra fritar (cerca de 1 xícara)

Aqueça o óleo numa panela grande e funda (usei uma wok).
Ralei os legumes e cortei a cebola em fatias (na verdade, o tempura pode ser feito com os legumes que tiver/quiser). Cortei o frango em pedaços.
Misturei a mistura, a água e o curry com batedor em separado; a massa deve ficar bem líquida. Depois juntei tudo: massa, legumes e frango.
Não usei sal por conta do molho de soja que vai em cima depois mas, se você gostar, mande ver à gosto.
Fritei porções da mistura, pegando com uma colher grande de servir e escorrendo um pouco da massa (o ideal é que não tenha muita massa. Retirei com escumadeira e deixei em papel toalha, pra absorver o óleo.

Para o molho, dissolvi shoyu em um pouco de água com uma colherinha (chá) de amido de milho (vulgo, maizena) e uma colher (sopa) de melado. Levei ao fogo numa panelinha até ferver e engrossar um pouquinho. Servi em cima do tempurá e em cima do arroz.

A mistura de tempura é infalível mas, se for algo impossível de achar, faça assim: bata 1 ovo com a água gelada usando o fouet, depois misture 100grs de farinha de trigo branca e curry a gosto, batendo mais.
Apesar da lambança e do meu fígado fraco, como diz minha mãe, é das frituras mais gostosas!
Enjoy!


11 comentários:

harumi disse...

ah, eu A D O R O tempura e não faço aqui em casa pelo mesmo motivo! o seu está com uam cara ó-te-ma. e eu aqui, sem nem almoçar ainda....aiaiaia, as lombrigas gritaram agora!!!
bjks,
da harumi

Claudia disse...

Ana, que delícia! Eu adoro, mas não posso comer fritura de jeito nenhum, então fico aqui lambendo a tela.rss

beijos

Nina de Oliveira disse...

Ai, que vontade fiquei...

Bruna Maria Oliveira disse...

Ow Delicia de comida, querida Ana!!!

Daniela de Paula disse...

Tempura é minha friturinha predileta. Não a faço pelos mesmos motivos. Se um dia arriscar, já sei onde tem a receita. Delícia!

harumi disse...

ana, por SUA culpa, ontem eu arrastei marido para o restaurante japa perto de casa e TIVE que jantar tenpura! ;-)

Geórgia Moriconi disse...

Olá, Ana. Sei bem o que é orçamento apertado, somos professores, então o salário, ôô...rs...Mas acredito q assim a criatividade é mais aguçada.
Tbm estou arriscando mais na cozinha. Com certeza vou tentar essa tbm. bj. Geórgia.

MINHA VIDA DE CAMPO disse...

Olá, adorei sua receita. Nós aqui vamos uma vez por ano em restaurante, está muito caro, e também 6 pessoas e o marido pagando pra tanto fica uma fortuna. Temos feito várias invenções na cozinha, além de mais barato, saudável é muito mais gostoso.
Fizemos sempre janta na casa de amigos, tínhamos um grupo de 4 casais, cada sexta um fazia um janta para surpreender, foi maravilhoso, mas cada um foi para uma cidade diferente. Falei demais. Tenho que me cuidar de tanto que falo.
Adorei seu cantinho cheio de belas sugestões.
Bjos e tenha um ótimo dia.

Beth Salvia disse...

Adoooro tempura. qdo vou à liberdade, como até na rua mesmo, eca, mais eu gosto, rs

emy disse...

Tb não faço fritura. Só de pensar na gordura espalhada pela casa, já dá preguiça :D
Desde q comecei a ouvir o Mauro Halfeld na CBN, que é tipo um "manual da pãodurice", evito comer fora. Ele diz que refeições fora de casa são um dos maiores ralos de dinheiro. Realmente são poucos os restaurantes q servem algo que valha a pena o investimento

Lemonstale disse...

Wow, it sure does look delicious