Páginas

terça-feira, 26 de fevereiro de 2013

Modo de fazer: seu próprio chevron!

O chevron, além de toda a simbologia na matemática, nas patentes militares e brasões familiares e na linguagem, também é aquela estampa modernosa e linda de morrer que toda blogueira vê na casa das colegas gringas e baba. Mas, como todo tecido importado, não está ali, ao alcance da mão.
Então, por que não criar seu próprio padrão em chevron?
Para isso, vc vai precisar de quadrados de tecidos em duas cores diferentes, cortados exatamente no mesmo tamanho (nessa amostra, usei 12 quadrados laranja e 12 quadrados marinho). Eu cortei os meus com 15x15cm, um tanto por preguiça, já que a régua tem essa medida certinha:

Depois, sobreponha dois quadrados, direito com direito, e marque 45° à lápis. Então, use essa marcação como guia e faça duas costuras paralelas, usando a mesma distância (usei o pé da máquina para me guiar):


Depois de unir os dois quadrados, corte na linha marcada à lápis, para obter dois triângulos, assim:

Abra e passe à ferro, jogando a costura de cada um dos quadrados para uma cor diferente (isso irá facilitar na hora de uní-los). Corte as pontinhas:

Daí é só montar seu padrão, unindo os quadradinhos, assim:

Fiquei pensando numa colcha todinha assim, nesse chevron handmade. Trabalhão, né?
Mas ficaria lindo...


8 comentários:

Maria Amélia disse...

Amei! Nem sabia o nome dessa coisa linda. bjs

Daniela de Paula disse...

adorei o chevron DIY! beijo

Cynthia Le Bourlegat disse...

Perfeito, Ana! Salvação brazuca proque eu só vejo essa estampa na gringa, nunca vi em loja te tecido por aqui..
beijo querida

Ana Matusita disse...

Oi Cynthia, oi Dani, oi Maria Amélia!

sabe que eu já vi numa loja aqui? comi uma super bola, porque não comprei... aliás, era exatamente nas cores que fiz o meu, laranja e marinho!
bjs

Nina disse...

Ai Ana,
Que lindo! Pensei em uma almofada.
Adorei e já estou seguindo.
Beijos

www.tuorganizas.com

harumi disse...

ah, o seu chevron ficou lindo!!!

Cris Nagawa disse...

Lindo lindo.....

Regina Diniz Outeiro disse...

Amei. Obrigada por compartilhar!