Páginas

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Uma viagem, três cidades!

Demorei um pouquinho pra pensar como contaria pra vocês sobre a viagem de férias. Foram tantas coisas legais, tantas descobertas... ao todo, acho que tenho umas novecentas fotos da viagem e, nem de longe, pretendo me meter a me fazer de guia. No máximo dá pra falar como turista aprendiz!
Mas vamos lá!
A nossa viagem começou em Lyon, cidade encantadora onde moram meus compadres e afilhadinhos (lembram quando fiz um cachecol de presente de despedida pra comadre?). Foi bem difícil selecionar fotos, mas tem algumas que mostram a cidade, cheia de passagens secretas, jardins e uma vista maravilhosa na parte alta:


De Lyon, fomos de trem pra Paris, que merece o título de uma das cidades mais lindas do mundo. Não que eu conheça muitas, mas é impossível não olhar pros monumentos, jardins super bem cuidados, museus e cafés sem dar um suspiro diante de tanta beleza!
 (prainha na beira do Sena. a francesada também curte uma farofa...)



 (Jardin du Luxembourg: muitos suspiros a cada canteiro e um intruso na última foto!)

 (não dava pra faltar foto da torre mais famosa do mundo, né?)
 (A famosa Mona Lisa, pop star do Louvre. juro que era ela logo ali, depois do mar de asiáticos)



Essa primeira parte da viagem foi muito especial, porque era uma promessa antiga que fizemos aos compadres, desde a primeira vez em que eles moraram na França. Foi muito legal conhecer os lugares juntos, com nossos guias especiais mas, o melhor da viagem não dá pra descrever, nem mostrar em fotos. Estar com os compadres e as crianças, comer os queijinhos fedidos, os doces... tomar os vinhos e cervejas... rir... colocar a conversa em dia... andar e andar mais um pouco... foram muitos momentos carregados de afeto. Pra guardar naquele compartimento especial da memória, em formato de coração!
Depois de Paris, fomos pra Londres. E, se Paris é a mais linda, a terra da rainha é a mais bacana. De novo, foi uma viagem muito emocionante, pois andamos por museus e parques que meu marido sempre me descreveu com saudade (ele morou em Londres quando criança). Foi muito especial e fiquei com uma super vontade de voltar para uma visita mais prolongada (dá-lhe moedinha no porquinho)...




(London Eye: morri de medo, mas encarei a altura e a água, duas coisas que não sou fã)
 (Natural History Museum, o passeio mais aguardado do caçula)
 (Hide Park)
 (Covent Garden, um dos meus passeios favoritos, junto com o Borough Market)
 (batendo um pratão de English breakfast!)
(quando Hogwarts chama...)

Enfim, nem de longe eu tenho a intenção de dizer quais lugares são mais legais ou quais se deve visitar (talvez porque, a cada passo, essas cidades tenham coisas incríveis pra se ver e fazer).
Viagens são pessoais e intransferíveis e, por mais que a gente tenha conversado com os amigos e consultado guias,  acho que os melhores momentos foram aqueles em que a gente andou, andou, se perdeu um pouco e encontrou coisas super bacanas pelo caminho.
Mal posso esperar pela próxima...
=)

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Voltei!

Depois de uma tão viagem, estou de volta!
Cheguei semana passada e me amarrei ao pé da máquina para entregar uma encomenda grande que estava programada pra hoje, então nem deu tempo de aparecer por aqui.
Sobre as férias, só posso dizer que foram dias deliciosos, cheios de amigos antigos e novas descobertas. Me senti muito feliz em rever meus compadres queridos, meus afilhadinhos e a prima linda que não víamos há um bom par de anos.
Sem dúvida, foi uma viagem carregada de afeto, assim como a volta, que também é uma parte boa do caminho quando a gente tem pessoas amadas nos esperando, um trabalho que gostamos e uma casinha bagunçada aguardando os souvenirs. Isso torna a chegada tão emocionante quanto a partida e faz a gente sentir que realmente pertence a algum lugar nesse mundão de Deus.
Depois eu conto (um pouco) mais.
=)


sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Férias, as merecidas.

O último ano foi tão, mas tão cansativo que eu estava me sentindo realmente exausta. Fora isso, tinha a necessidade de colocar a casa e a cabeça em ordem, afinal, não é só o corpo que sofre.
Então, é isso: eu vou esfriar a cuca, não vou postar por um tempinho, mas depois eu volto (me esperem)!
=)

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Pequenas alegrias domésticas: um pedaço de contact...




As fotos são como o pedacinho de contact que eu usei: autoexplicativas.
É só fazer uma graça  no vaso de plástico do supermercado, buscar a orquídea em flor que estava no quintal e... pimba! alegria instantânea na sala!
No blog do Tanlup tem outra dica minha de como usar o bom e velho contact na decoração. Vai ver!


O mais bacana de tudo é ver as mudas  de orquídea, depois de serem arrancadas da parede e replantadas nos vasinhos, florescerem com tanta força e beleza, contrariando sua própria natureza frágil.








































E ainda tem gente que duvida que depois da tempestade vem a bonança...





sábado, 3 de agosto de 2013

Pedacinhos coloridos no varal...


Esses dias, compartilhei a foto de uma camiseta no facebook que tinha o seguinte conselho craft escrito: "when life goes to pieces, make quilts".
Não sei de onde é a camiseta, mas achei bem legal. Porque o mundo da gente, vira e mexe, é desmantelado em pedacinhos e o que parecia concreto vira poeira. Daí, ou ficamos nos lamentando de pijama ou transformamos os caquinhos numa coisa nova, mais colorida e divertida.
Como não dá pra passar o dia de pijama, sigo reinventando a vida da melhor maneira possível, com todos os meus retalhos coloridos.
E a vida fica boa de novo.
=)

p.s.: o coloridão no varal é uma manta de piquenique que fiz juntando todos os retalhos que tinham cara de coisas gostosas e toalha estendida na grama. Espero que a nova dona faça muitos piqueniques deliciosos com ela!