Páginas

quarta-feira, 26 de março de 2014

Um pão sem sova e as desculpas...


Oi gente, vocês ainda lembram de mim?
Sei que faz um tempão que não posto nada e, juro, não é por falta de vontade. É que, de vez em quando, a vida fora da telinha pega a gente de jeito e é tanta coisa pra fazer no mundo real que sobra pouco tempo para uma dedicação mais intensa no mundo virtual. Mesmo assim, quem me acompanha no instagram (@anamatusita) tem visto fotos que provam que ainda ando por aqui!
Mas tenho certeza que depois dessa belezura de pão fácil e delicioso da foto, ceis vão tudo me perdoar pela ausência!
Descobri a receita no belo bleubird e, depois de pesquisar um pouquinho, assistir um vídeo um padeiro, vi que era molezinha mesmo, como a moça fala.
Sempre quis fazer um pão com cara de pão da padoca em casa, mas com a certeza de que a farinha era boa e de que o padeiro não tinha batido a bituca de cigarro na massa (desculpem, esse é um trauma de infância, coisa que ouvi minha mãe dizer e que nunca mais saiu da minha cabeça: ela vivia dizendo que os padeiros eram criaturas grotescas, que fumavam enquanto faziam pão e uma série de outras coisas nojentas que não vou mencionar).
Enfim, maluquice à parte, a receita é boa, fácil, barata e dá certo. Só requer um tanto de paciência (e nada de cigarro na massa). E, conforme prometi pra mulherada do instagram, eis a receita:

Pão sem sova
xícara medidora de 240ml
rendimento: 1 pão médio

3 xícaras de farinha de trigo branca
1 1/2 xícara de água
1/2 colher (chá) de fermento seco para pão
1 1/4 colher (chá) de sal

Numa tigela grande, misture os ingredientes secos. Junte a água e vá misturando com o auxílio de uma colher de pau. A massa fica pegajosa e não é necessário amassar, nem misturar demais. Cubra a tigela com filme plástico e deixe a massa crescer entre 12 a 18 horas (sim, precisa crescer esse tantão de tempo mesmo. O que eu faço aqui em casa é preparar a  massa à noite e assar no dia seguinte; em dias quentes, 12 h é mais que suficiente para o crescimento).
Depois do tempo de crescimento, enfarinhe uma superfície (pode ser a mesa ou a pia limpas), coloque a massa delicadamente, enfarinhe um pouco sobre a massa, dobre e enfarinhe de novo (não trabalhe demais a massa para não destruir as bolhas lindas de ar que se formaram). Cubra com um pano e deixe crescer por mais 2 horas.
Durante a última meia hora, coloque uma panela de ferro esmaltada alta para esquentar no forno a 180° (a receita pede uma Le Creuset com tampa e eu uso a minha genérica coberta com papel alumínio, pois a tampa tem pino plástico). Creio que seja possível achar uma alternativa para quem não tem a panela, desde que seja alta e grossa o suficiente.
Depois de quente, coloque a massa dentro da panela, cubra e leve para assar por meia hora. Depois desse tempo, retire o papel/tampa e deixe dourar por mais uns 10 minutinhos.
A massa é bem molinha, mas não ceda, de maneira nenhuma, à tentação de colocar mais farinha ou sová-la.


Esse pão tem sido um sucesso aqui em casa e eu tenho feito bastante, alternando com a receita do pão de cerveja, que também é bem boa. E, embora eu não seja radical nem tenha ideias malucas sobre a higiene e conduta dos padeiros, acho ótimo saber certinho o que tem no pão que a minha família está comendo.
=)

9 comentários:

cida silva disse...

Bom dia aninha que bom que você voltou,estava mesmo fazendo falta.O pão parece mesmo está muito bom.Aqui em casa também sou adepta do pão caseiro,mas aqui tenho minha ajudante a máquina de fazer pão.Uma boa quarta-feira a você bjs.

Cristine Akemi disse...

Ana, seu pão está com uma cara ótima! Esses buraquinhos...

Tentei fazer um pão sem sova que a Dadivosa postou aqui: http://dadivosa.org/blog/receitas/receita-de-pao-sem-sova/
Mas deixei a tampa do pote um pouco aberta sem querer daí a massa do pão ficou ressecada, e o pão ficou massudo, mas o gosto ficou ótimo, rs

Sempre vejo suas fotos no instagram! A colcha arcoíris está ficando linda!!

Beijos,
Cris

Marta Chan disse...

Bem vinda de volta ♡ deu me uma vontade enorme de entrar na tela do pc e comer esse paozinho delicioso.
sabes, as vezes sabe bem estarmos fora das tecnologias, deligarmos um pouco desse mundo e fazer mais coisas com pessoas que amamos.

Diva disse...


Estou contente com sua volta!!
Você nos traz alegrias!
Obrigada!!

Maria Amélia disse...

Oi Ana, ficou lindo. A consistência é parecida com a do pão italiano?

ThassilaVieira disse...

Nossa que delícia!
Eu amo fazer pão...ainda mais quando é assim prático! Vou tentar fazer este seu... depois venho contar como ficou.
Eu faço um com ervas aromáticas... que fica divino também... e é só bater no liquidificador e misturar a farinha com uma colher, deixar crescer e assar... fica ótimo!!!
http://www.pagecook.com.br/Receita/RecipeView/8/0?idReceita=17

ThassilaVieira disse...

Nossa que delícia!
Eu amo fazer pão...ainda mais quando é assim prático! Vou tentar fazer este seu... depois venho contar como ficou.
Eu faço um com ervas aromáticas... que fica divino também... e é só bater no liquidificador e misturar a farinha com uma colher, deixar crescer e assar... fica ótimo!!!

http://www.pagecook.com.br/Receita/RecipeView/8/0?idReceita=17

Cássia Fernanda disse...

Eu fiz ontem. Amei!

Daniela Mayumi Kodaira disse...

hummm, que cara de pão francês! vou experimentar! beijos