Páginas

domingo, 24 de maio de 2015

Sábado na loja

Ontem foi meu sábado sim lá na Bendita Loja. E foi dia de bolinho, café e costura!


Estamos preparando kits craft para o próximo Bendito Bazar. Esse da foto tem bastidor, material de bordado e sacolinha fofa com tecido Coats!
Para quem ainda não sabe: a Bendita Loja fica na Av. Cel. Silva Teles, 132 - loja 4 - Cambuí.
E, aos sábados atendemos das 10 até 13h.
=)

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Os pequenos gestos...


Nos últimos dias, tive exemplos pessoais e anônimos de como o ser humano é capaz de ser mesquinho. Me vi pensando no quanto isso ainda me pega de surpresa e, logo em seguida, me senti aliviada.
Não, não fiquei doida, nem gosto de ser surpreendida negativamente pelas atitudes alheias. Fiquei aliviada porque ainda tenho em mim a capacidade de me surpreender, que é consequência de manter a fé no outro e acreditar que as coisas podem ser melhores do que são.
Claro que só vou compartilhar aqui  o exemplo anônimo: estava indo pro trabalho e parei na faixa de pedestres para um idoso atravessar. Atrás de mim, uma mulher num baita carrão buzinou, acelerou e me ultrapassou na faixa contínua, quase levando um teco da bunda do senhorzinho e me xingando e espumando de raiva.
Não é a primeira vez que isso acontece nesse mesmo lugar mas, nem por isso, será a última vez que irei parar para um pedestre. E não faço isso por bondade, ou porque quero ser bacaninha. Faço porque é o correto e me faz bem agir dessa forma.
E também vou continuar acreditando (mesmo que o pé pule e a pulga também se esconda atrás da orelha) que a vida tem que melhorar, que as pessoas podem ser mais educadas e menos egoístas.
Afinal, a vida se faz boa nos pequenos gestos. Aqueles mínimos, mas cheios de alegria.
Como plantar, colher e transformar um maço de manjericão no pesto do macarrão do almoço.
=)

segunda-feira, 4 de maio de 2015

Momento tiete...

 Todo mundo tem algum ídolo, acho que é saudável admirar alguém que, de algum modo, consegue imprimir na gente alguma forma de emoção. No dia do trabalhador, lá fomos eu e a sócia no show Na Medida do Impossível. O show foi lindo: cantamos, batemos palminha e, no final, tietamos a Fernanda Takai.


 Engraçado conhecer alguém que a gente ouve no radinho e descobrir que a pessoa é querida, simpática e tá lá trabalhando com alegria, com aquela voz tão doce de perto, quanto de longe,
<3 p="">Saímos de lá naquele clima "a vida é legal e tem gente fofa no planeta"... hahahaha!
E vocês? Já tiveram algum momento tiete?
Contaí!
Boa semana.