Páginas

sábado, 31 de julho de 2010

Pistache: uma (ou muitas) paixão(ões)!

Eu adoro cozinhar. Mais que isso, adoro ler sobre o assunto, ver programas, comprar gadgets de cozinha. E, junto com tudo isso, tem os ídolos. Aqui em casa, filhos e marido tiram sarro da minha admiração pelo Jamie (o Oliver, claro) e pela Nigella.
Do primeiro, eles dizem que é só pode ser pelo sotaque inglês, pois na vida real "a mamãe nunca comeria a comida de um cozinheiro babão e lambão, que cospe enquanto fala e limpa a boca no pano de prato".
Perdigotos à parte, acho o jeito dele cozinhar o máximo e acabei de declarar meu amor culinário aqui, nesse blog adorável. E ainda tem o fato do cara ter uma horta e, se é marketing ou não, nem me interessa, plantar e colher verduras lindas e frescas tem algo de bucólico e encantador.
Aos sábados, adoro a horinha antes do almoço, em que assisto os programas dos dois ídolos e venho inspirada pra cozinha. Já fiz de pronto algumas receitas que tinha acabado de ver e fizeram sucesso. Hoje, aproveitando que os homens viajaram para um final-de-semana duplamente masculino (futebol e pescaria, que graça tem?) e fiquei eu e minha princesa em casa, pensei em fazer um ensopado de lentilha com carne, que ambas gostamos. Infelizmente, fui checar e achei o pote vazio; pensei em substituir por grão-de-bico (o marido fez a maravilhosa descoberta do grão-de-bico em tetra pack, que é uma mão na roda, já que o grão seco demora horas pra cozinhar). Decepção de novo: acabou.
Enfim, enquanto penso na questão fundamental do que fazer para o almoço, lembrei de uma outra paixão olhando para a despensa: pistache. Ainda tenho meio vidro desse grão verdinho que eu tanto amo, apesar de ter usado em duas receitas nessas férias, que vou compartilhar aqui.
Não sou das mais chocólatras e diante de uma vitrine de doces, minha primeira escolha nunca é por chocolate: se tiver alguma sobremesa envolvendo nozes, pistaches ou damasco, provavelmente será essa a escolhida, seguidos de maçã (fruta que prefiro cozida, quase sempre), morango ou algum cítrico. Chocolate fica com a medalha de bronze, portanto!
Ainda assim, quando vi essa receita no chocolatria, quase babei no teclado: pistaches e cranberries afundados numa massa puxa-puxa de chocolate é pra comer nas nuvens, né não?!
E essa semana, apesar da dieta sem doces pós-férias, tive visitantes ilustres para o almoço. Nossos amados amigos e ex-colegas de república da graduação vieram aqui!
Foi uma tarde de muitas risadas, muitas lembranças queridas, e outras nem tanto, sobretudo quando entrava na roda a minha braveza juvenil... uma horas dessas, eu conto sobre o passado que me condena, prometo.
Mas o fato é que eu precisava de uma sobremesa rapidinha pra depois do almoço. E escolhi de novo os pistaches, agora num brigadeiro mole que foi feito pela minha filhota:
Irresistível, não? Embora não resolva a minha questão do almoço!
Brigadeiro de pistache (de colher)

1 lata de leite condensado
1 colher (sopa) de manteiga
1/2 xícara (chá) de pistache sem sal moído, alguns inteiros para enfeitar se quiser
1 lata de creme de leite sem soro.

Faça o brigadeiro como de costume: leve ao fogo o leite condensado, manteiga e pistache. Quando engrossar (mas sem dar ponto de enrolar), tire do fogo e mexa mais um pouquinho para esfriar. Junte o creme de leite, misture e coloque nos copinhos.
Simples assim. Gostoso assim!

Bom sábado a todos!

18 comentários:

Natália Rosin disse...

Holly crepe!
Parece ser delicioso, Ana! Preciso provar!
Obrigada pela receita
Beijos e tenha um ótimo sábado!
=)

Helena Garcia disse...

OI, Ana !
Sou sua fã, sabia?
Vc faz coisas lindas!!! Um bom gosto incrível!! Parabéns!
Querida, deu água na boca ....e como sou uma chocólatra adorei a mistura do pistache com o chocolate!! HUm, que delícia!
beijocas e um ótimo fim de semana!
Helena
http://diaadiacorridinho.blogspot.com

Laély disse...

Ana, delícia de post, numa delícia de blog, falando de delícias de chocolate por uma delícia de show-man!
Siim! Porque Jamie não é apenas um cozinheiro: e alguém que faz aquela muvuca toda na cozinha, com perdigotos e mãos na massa, nos parecer tão apaixonante que é quase impossível não se deixar seduzir por seu carisma!
Infelizmente, há muito tempo não tenho tido tempo para acompanhar o programa dele na TV, mas admirei o empenho dele em melhorar a qualidade da merenda, nas escolas públicas inglesas. Não acho que seja apenas marketing, pois ele termina uma coisa, começa outra, na mesma linha, enfim, é alguém apaixonado pelo que faz( meio clichê, mas verdade!)!
Ontem não resisti e comprei um livro dele: "A América de Jamie Oliver". As fotos são fantásticas, como nos seus outros livros!
Lá, encontrei uma receita, parecida com esta sua, onde ele mergulha nozes e muitas frutas secas num leiot de chocolate. A aparência fica linda e parece muito fácil de fazer, até pra mim, que não sou chocólatra!
Quanto ao pistache, gosto muito mas, é tão difícil encontrá-lo por aqui, sem ser salgado!
Abraço!

Sandra Peres disse...

Agora quem ficou babando no teclado foi eu, adoro chocolates e pistache então...

Receita anotada, assim que eu fizer meu turismo gastronômico e comprar tudo o que preciso, vou fazer.

Beijão

Ana Matusita disse...

Oi Sandra! Faz sim e me conta depois!

Oi La! eu sou super fã assumida do Jamie, do tipo que assiste, tem o dvd, avental e livros! O meu preferido é o Jamie em Casa. Adoro!

Oi Natz! De nada! e bom sábado pra vc também!

Oi Helena! Fico sem jeito, mas toda prosa com o seu carinho. Obrigada!
bjs,
Ana

Susi disse...

Ana, nunca assisti nada de Jamie Oliver, fortes barreiras por aqui.
Fiquei tentada e vou fazer sua receita.
Bom domingo e bjks

harumi disse...

ah, tou aqui preparando um post sobre meu café-de-domingo-gordinho e me deparo com suas receitas de pistache (que tb adoro!!)... assim não dá!!!! hahahahaha...
adorei o post, como sempre!
beijocas,
da harumi

Katia Bonfadini disse...

Ana, sou sua fã e de pistache também!!!!!! doro chocolate recheado com pistache!!!! Pena que é tão cao e não dá pra comer sempre, mas quando resolvo me presentear com uma guloseima diferente, vou em busca de uma latinha de pistaches!!!!! Bjs!

Ana Matusita disse...

Oi Kátia (ou te chamo de Bonfa?)!
fico toda prosa com o elogio, pois gosto muito do seu blog!

Oi Harumi! Como foi o café da manhã?

Oi Susi! Qual o motivo da resistência ao Jamie?
bjs e boa semana!

trecos e apetrechos da Fran disse...

Ai que delícia!!!!!!!
Também adoro pistaches, hummm
BJS

Ana Christina S. & Tetê disse...

Nossa, Ana amei o post! Adoro o jeito que vc escreve, cada post não é um simples post, é uma bela crônica! Eu me delicio, e claro, babo nos teclados seja falando de comida ou mostrando as tuas belas artes! beijos!!!! Parabéns!

Lina Gatolina disse...

o filho é fã do jamie, mas acha que ele exagera na pimenta!
eu gosto dele porque ele faz COMIDA e não frescura. planta, colhe, enfia a mão na terra pra valer. não sei se temos um similar nacional...
beijos
saudade dos nossos chats
denise

Marly disse...

Oi, Ana,

Tô chegando agora (lá da Laély) e gostei um bocado do que vi. Tanto que vou me incluir entre os seguidores e levar o seu link para a minha lista de blogs, certo?
Beijão.
P.S: vou ter de arranjar tempo para vir me divertir aqui com calma, rsrs.

Eglair Quicolli disse...

uma das minhas paixões tbm
;)

bjos

Simone Izumi disse...

Ãnn, eu também adoro o Jamie e a Nigella!
Os meus primos também vivem tirando sarro de mim...dizem que o Jamie tem lingua presa e que a Nigella é na verdade uma Nogella, pois nao pára de lamber as colheres em sua volta.
E eu acho isso tudo muito legal, natural...é o que rola em nossa casa, ora bolas.
Pistache é maravilhoso, né? Pena que aqui custa os olhos da cara!
um bjao e um grande abraço,
Si

Debora Arts Crafts disse...

Acho que ficou faltando um ingrediente na receita... Pois na foto mostra o doce um pouco escurinho. Ele fica dessa cor mesmo ou foi acresentado algo, chocolate, cacau em pó?
Mas gostei muito da receita e do seu blog também.

Ana Matusita disse...

Oi Debora, como te falei por e-mail, são duas receitas diferentes.
bj

Ana Matusita disse...

Si, Nogella foi muito boa!
bj