Páginas

terça-feira, 15 de março de 2011

Pão como antigamente

Nem sempre dá tempo de ir pra cozinha preparar o pão nosso de cada dia. Mas, confesso: ando meio cansada dos pães de fôrma comprados e, como moramos longe e o pão francês fresquinho mais próximo fica a 5km, tento fazer pão em casa quando posso.
Essa receita de pão de leite eu e marido fazíamos nos tempos de república, junto com nossos melhores amigos. Cada um dava uma forcinha na sova (de vez em quando gritando o nome de algum professor...) e o pão ficava super macio, ao ponto de sumir da assadeira antes de esfriar, em muitas noites de risada com qualquer bobagem na TV.
Saudades daquele tempo, em que um pão podia virar uma festa altas horas da noite. E em que comer carboidrato depois das 18h era puro deleite, sem culpa nenhuma.
Definitivamente, o ritual de formar duas pequenas bolinhas e deixá-las no copo com água, na maior expectativa de vê-las subindo, me traz boas lembranças.

Pão caseiro
Ingredientes:
3 ovos
2 tabletes de fermento fresco para pão
1/2 xícara de açúcar
3/4 xícara de óleo (usei óleo de côco, mas pode ser girassol ou canola)
2 xícaras de leite
1 colher (sopa) de sal
1 kg de farinha de trigo
Bata o leite, óleo, açúcar, ovos e fermento no liquidificador. Despeje o líquido numa bacia e junte a farinha aos poucos. Sove a massa em superfície lisa até que fique uniforme. Separe duas bolinhas e volte a massa para a bacia, que deve ser coberta com pano seco para crescer. Coloque as duas bolinhas num copo com água.
Quando as bolinhas subirem à superfície do copo, é sinal de que o fermento agiu, inflando a massa de ar (o que a torna bem macia).
Ligue o forno a 180 graus, transfira a massa de novo para uma superfície lisa e divida em seis partes iguais. Forme os pães, colocando 3 em cada assadeira.
Em cada pão, gosto de pincelar uma gema batida misturada com um colher de sopa de café pronto, sem açúcar.
Aí é só levar ao forno até que os pães estejam bem coradinhos, pra depois comer quentinho! Um dos nossos foi devorado puro pelo caçula, com coalhada seca por mim e com requeijão pelo filho mais velho.
Enjoy!

20 comentários:

Glau disse...

Querida, como sempre seus posts são uma delícia de se ler. Adoro estas receitas carregadas de histórias e afeto. Bjos

mArCeLe disse...

Fui na cozinha da sua república agora... Seus textos fazem a gente flutuar. Envolvem e trazem exatamente o seu sentimento e o seu espírito no momento dessa "entrega cibernética". Nem queria parecer clichê, mas juro, não resisti ao silêncio e revelo a mais pura admiração!

Ma Stump disse...

Que gostoso ler essas lembranças divertidas, Ana! Tão bonito pensar que continuam juntinhos, marido, pão, você e agora, os três filhotes!

Depois fala que os preparativos para o casamento que são românticos... As suas histórias que são! Sempre de dar lagriminha nos olhos!

Beijo beijo com saudades!

Ma

Karina. disse...

Olá1

Nunca fiz muito sucesso com pães caseiros, não cresciam ou ficam cascudos e ressecados. Por conta disso acabei desistindo de fazê-los, porém, marido e fillho adoooram pão de casa e quem sabe, este, seja um momento para testar sua receita aqui em casa!!!
Testar também a dica da bolinha de massa no copo de água, que eu, nunca ouvi falar.

Abraços

Veruska disse...

Huummmm!!! Cheguei a sentir o cheirinho d pão daqui, rsrsrs....realmente nada como um pão caseiro...Delícia!!
BJusss
Veruska

Milena disse...

Delícia de história!
Lembrou-me também a mãe de uma amiga queridíssima que fazia muitos biscoitos,roscas,pães e pães de queijo para vender em Minas.
O cheiro,os fornos,delícia pura e a imagem da minha amiga fazendo as bolinhas na maior facilidade...
Beijos,

Ah!Sou da turma do mais velho,adoro requeijão e já saí da fase tia velha,como sem culpa,rs!

Rita de Cassia disse...

Pão de Leite é o meu preferido, faço bolinhas pequenas que quando saem do forno logo aparece minha turminha, quase não deixando pão para o jantar. Foi bom passar por aqui hoje porque eu estava achando que pão de leite tinha que ser feito em bolinhas, agora vou fazer grandão.
bj bj

Laély disse...

Ana, pão caseiro aqui em casa não falta! Realmente, tem um sabor especial, o de "cuidado".
Acho uma delícia coalhada seca, temperada com um pedacinho de alho! Seu menino sabe o que é coisa boa...

Nina Dias disse...

Que delícia Ana! Adoro pão! Assim como você cansei dos pães de forma de supermercado, comprei uma máquina de pão e agora faço em casa, faço integral, com sabores diferente , é prático e o pão saí quentinho, adoro! bj Nina

Ju Padilha disse...

Ana,
que delícia!! como o café da manhã já passou, acho que vou aparecer para o café da tarde!!!! kkkk
dá até para sentir o cheirinho!!
querida, o gatiho Miau, os Corações Retalhados e a receitinha de biscoitos estão no blog!
espero que goste!
beijinhos!

Cantinho da Aracy disse...

Hummmmmmm!!!! Delícia!
Não tem nada melhor do que um pão caseiro.
Beijocas

Natália Rosin disse...

Gente, salivei agora... Não há nada como um pão caseiro fresquinho, aiai...
Ah, ontem eu lembrei de você e pensei, será que dá pra ter saudade de alguém que a gente não conhece pessoalmente? =P
Beijos!!

Marina Mott disse...

ê tempo bom, hem? delícia de pão!! beijo!

Iris Barbas disse...

Oi, Ana!

Seu pão me deu água na boca! Não tem coisa melhor que um pão quentinho...

Abraços, Iris

Leila da Silveira disse...

Olá Ana,

Esse pão deve ter ficado muito gostoso e cheiroso...
O modo que conta suas histórias e é encantador!!!
Abs,
Leila***

Ana Matusita disse...

Oi meninas! Obrigada a todas pelo carinho. Os comentários de vcs são muito preciosos e me deixam muito feliz mesmo!
bjs,
Ana

Lívia Martins Berci (Tinha) disse...

Nossa q água na boca q deu só de ver a fotinho. Parece q eu tô sentindo aquele cheirinho de pão em casa, sabe?
Beijos,

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Que bom aspecto :)

Tati disse...

Como eu amo pão caseiro!!!
Tb tenho lembranças de ficar esperando a bolinha subir na água, na casa da minha vó, há séculos atrás!! Sabe que cheiro de pão caseiro sempre me traz lembranças de infância... da minha vó, da família em Minas... hummm

Bjos

EMPRESÁRIA DE SUCESSO disse...

Este pão ficou com um aspecto delicioso!
Sobrou uma faia para mim?
Bj:)